Grupo europeu de consumidores apoia processo antitruste da UE contra Apple

A Comissão Europeia entrou com sua primeira acusação antitruste contra a Apple em abril, após uma reclamação inicial da Spotify
 (Costfoto/Barcroft Media/Getty Images)
(Costfoto/Barcroft Media/Getty Images)
Por ReutersPublicado em 02/06/2021 14:06 | Última atualização em 02/06/2021 14:06Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Organização Europeia do Consumidor (Beuc) apoiou nesta quarta-feira o caso antitruste da União Europeia contra a Apple que alega que a empresa norte-americana distorce a concorrência no mercado de streaming de música.

As dívidas tiram o seu sono e você não sabe por onde começar a se organizar? A EXAME Academy mostra o caminho.

A Comissão Europeia entrou com sua primeira acusação antitruste contra a Apple em abril, após uma reclamação inicial da Spotify.

A Apple rejeitou as acusações da UE, dizendo que sua App Store permitiu que o Spotify se tornasse o maior serviço de assinatura de música do mundo. Foram dadas 12 semanas para responder às acusações.

A Beuc disse que foi autorizada a se associar como terceira interessada no caso do regulador antitruste, que poderia resultar em uma multa pesada de até 10% do faturamento global da Apple e forçar uma mudança em suas práticas de negócios.

"Esperamos trabalhar com a Comissão para garantir que os consumidores europeus tenham acesso a uma gama completa de serviços de streaming de música sem que suas escolhas sejam injustamente restringidas ou os preços artificialmente inflados", disse a diretora-geral da Beuc, Monique Goyens.