Greta Thunberg e Notre-Dame são tendências no Google em 2019

A lista anual preparada pelo mecanismo de pesquisa mais utilizado no planeta não se refere aos termos mais pesquisados
Greta Thunberg: ativista se transformou em um ícone mundial (Reuters/Rafael Marchante)
Greta Thunberg: ativista se transformou em um ícone mundial (Reuters/Rafael Marchante)
Por EFEPublicado em 11/12/2019 11:52 | Última atualização em 11/12/2019 11:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

San Francisco — A jovem ativista climática Greta Thunberg e a Catedral de Notre-Dame, em Paris, que sofreu um incêndio espetacular em meados de abril, foram tendências no motor de busca global do Google neste ano de 2019, de acordo com a lista publicada nesta quarta-feira pela empresa americana.

A lista anual preparada pelo mecanismo de pesquisa mais utilizado no planeta (estima-se que cerca de 92% das consultas on-line sejam realizadas pelo Google) não se refere aos termos mais pesquisados, mas àqueles que são "tendência", isto é, que mais cresceram nos últimos 12 meses.

Embora a sueca de 16 anos tenha começado a ser conhecida em 2018, este ano ela definitivamente se transformou em um ícone mundial, sendo escolhida como capa da revista "Time" em maio, recebendo uma indicação ao Prêmio Nobel da Paz e intervindo no Cúpula climática da ONU.

Assim, Thunberg foi uma das dez pessoas que mais despertou interesse nos últimos 12 meses, um grupo que também inclui o atacante brasileiro Neymar, o ator Joaquin Phoenix, o youtuber James Charles e o jogador da NFL, Antonio Brown.

Por outro lado, o incêndio de Notre-Dame, que destruiu o telhado e a torre do prédio, desencadeou buscas na internet na catedral parisiense e a transformou em uma das notícias "tendência" do ano, ao lado da Copa América, Furacão Dorian, Copa do Mundo de críquete e eleições gerais na Índia.