Google aprimora segurança para usuários de alto risco do Gmail

O programa incluirá recursos mais avançados de segurança para usuários com alto risco de serem alvos de hackers, como funcionários do governo
Gmail: proposta é que os os usuários tenham a segurança de suas contas constantemente atualizadas para lidar com ameaças emergentes (Google/Reprodução)
Gmail: proposta é que os os usuários tenham a segurança de suas contas constantemente atualizadas para lidar com ameaças emergentes (Google/Reprodução)
P
Philip George e Dustin Volz, da Reuters

Publicado em 17/10/2017 às 11:03.

Última atualização em 17/10/2017 às 11:03.

O Google, da Alphabet, disse nesta terça-feira que disponibilizará um programa avançado de proteção para fornecer mais segurança para alguns usuários, como funcionários de governo e jornalistas que têm alto risco de serem alvos de hackers.

O gigante da internet disse que os usuários do programa terão a segurança de suas contas constantemente atualizadas para lidar com ameaças emergentes.

A empresa afirmou que inicialmente fornecerá três defesas contra ameaças de segurança, que incluem o bloqueio de acesso fraudulento à conta e a proteção contra phishing.

O programa incluirá avaliações e pedidos adicionais no processo de recuperação da conta para evitar o acesso fraudulento de hackers fingindo que foram bloqueados.

A implantação de um conjunto de novos serviços de segurança de email pelo Google acontece depois da eleição presidencial norte-americana de 2016, que foi moldada em parte pela divulgação pelo Wikileaks de emails pertencentes à candidatura da democrata Hillary Clinton, que foram obtidos através de esquemas de phishing.

O técnico-chefe do Centro de Democracia e Tecnologia, Joseph Lorenzo Hall, disse que os novos recursos aumentarão a quantidade de consumidores de alto risco com fortes proteções, mas que possivelmente criariam problemas de compatibilidade entre alguns que já integram ferramentas de segurança personalizada com sua conta do Gmail.