Galaxy A8 é bom para quem ama tirar fotos e usar WhatsApp

Smartphone da Samsung tem câmera frontal dupla e cria retratos com simulação de efeito bokeh

São Paulo – Entre os smartphones Android, o Galaxy A8, da Samsung, é o que tem as melhores câmeras frontais. Você leu certo, o aparelho tem duas câmeras dianteiras, uma implementação diferente da vista no iPhone ou no LG G6. Fora isso, o produto não apresentou problemas de uso durante os testes do Site EXAME e ainda oferece uma boa duração de bateria (mais de 14h de reprodução de vídeo). Seu preço sugerido é de 2.399 reais.

Design

A tela do Galaxy A8 segue o padrão adotado pela Samsung no Galaxy S8, o modelo topo de linha da marca no início de 2017. Ou seja, ele tem display infinito. A tela ocupa a maior parte da frente do celular, deixando pouco espaço para bordas desnecessárias e melhorando o visual do produto como um todo. Telas como essa são tendência no mercado de smartphones como um todo. Vemos isso no iPhone X, no LG G6 e também no Zenfone 5z.

Samsung-Galaxy--A8 -

- (Lucas Agrela/Site Exame)

O display desse produto tem 5,6 polegadas, com resolução de 1080 x 2220 pixels (diferente do padrão Full HD por causa da proporção de tela 18,5:9, em vez de 16:9), e usa tecnologia Super AMOLED, da Samsung. Este último ponto é importante tanto para a nitidez de cores, quanto para o uso mais eficiente da bateria. O componente, em si, é mais sofisticado do que as telas de cristal líquido, presentes em aparelhos que custam menos de mil reais.

Assim como os melhores smartphones do mercado, o Galaxy A8 tem certificação IP68, o que lhe confere proteção contra água. Isso ajuda no caso de uma chuva inesperada, uma queda acidental em uma piscina ou quando o aparelho cair na pia enquanto você lava a louça. Jogar o aparelho voluntariamente na água, especialmente na corrosiva água do mar, não é um boa ideia.

O botão ausente no A8 é o ativador da Bixby, presente tanto no S8 quanto no Galaxy Note8. Isso é ruim? Talvez não. Apesar de você precisar a acessar a Bixby, assistente pessoal com inteligência artificial da Samsung, deslizando a interface totalmente para a esquerda, as ativações acidentais não acontecem nesse produto.

Smartphone-Galaxy-A8-Android-Oreo -

- (Lucas Agrela/Site Exame)

Em última análise, deixamos para falar sobre a medida que mais agradou a crítica mundial: a Samsung corrigiu o maior problema de design do Galaxy S8 e do Note8. Agora, o sensor de impressões digitais fica localizado logo abaixo da câmera traseira, e não mais ao seu lado. Por vezes, os usuários dos outros smartphones da marca acabavam colocando o dedo sobre a lente da câmera, em vez de acertá-lo sobre o sensor. Ainda assim, mesmo no S8 e no Note8, o sensor poderia ser usado apenas ocasionalmente, graças aos sensores de íris e de reconhecimento facial que servem para desbloquear a tela.

Apesar de não ter scanner de íris, o A8 tem reconhecimento facial.

exame.com/noticias-sobre/ -

- (Lucas Agrela/Site Exame)

Câmeras

As câmeras frontais do Galaxy A8 o configuram como uma ótima opção para quem ama tirar fotos de si mesmo ou com os amigos para compartilhar experiências nas redes sociais.

Os sensores de 16 e 8 megapixels têm abertura de F/1.9 para capturar luz o suficiente para deixar sua foto com ótima qualidade. O melhor desempenho das câmeras é sob luz natural ou em um ambiente com bastante iluminação artificial. Com essas condições, conseguimos ver as fotografias mais incríveis que o smartphone consegue criar. É possível alternar entre as duas câmeras para conseguir maior ou menor amplitude de enquadramento.

O recurso mais legal do Galaxy A8 é um que vimos no Galaxy Note8, mas que agora veio para a câmera frontal: o Foco Dinâmico. Ele faz a simulação do efeito bokeh de câmeras DSLR de qualidade.

Em termos práticos, ele recorta você do fundo da foto e o coloca em primeiro plano na cena. Com boa condição de luz, o recorte é feito sem erros. Em lugares parcialmente ou totalmente escuros, esse recurso pode não funcionar bem. Outra situação em que ele pode falhar é quando tentamos tirar fotos com o Foco Dinâmico ativo com mais de uma pessoa na foto.

Veja as fotos que tiramos com o Galaxy A8 no Flickr.

Configuração

O Galaxy A8 tem configuração de hardware do topo da gama intermediária dos smartphones, no cenário atual. Com 4 gigabytes de memória RAM, 64 gigabytes de armazenamento e processador Exynos 7885 octa-core (2x2.2 GHz Cortex-A73 & 6x1.6 GHz Cortex-A53), o produto conseguiu bons resultados nos testes de desempenho de aplicativos.

Durante o uso, o smartphone não apresentou inconsistências, exceto por um ou outro pequeno bug de software, que realmente importa apenas para os usuários mais exigentes.

Galaxy-A8-Android-Nougat -

- (Lucas Agrela/Site Exame)

O sistema operacional que vem de fábrica instalado no A8 é o Android 7.1.1 Nougat. Este é um dos principais problemas do aparelho, apesar de não ser incomum vermos fabricantes de smartphones com o sistema do Google lançando produtos com software desatualizado. Mesmo com previsão de atualização, o produto sai da caixa com uma versão antiga do Android.

Um recurso bacana do A8 é o Dual Messenger, que permite o uso de duas contas de WhatsApp ou Facebook simultaneamente (claro, o aparelho tem suporte para dois chips de operadoras).

Galaxy-A8-Dual-Messenger -

- (Lucas Agrela/Site Exame)

Veja a seguir os resultados dos testes que realizamos com aplicativos de benchmarks no Galaxy A8:

Benchmarks XA1 Ultra Moto X4 Moto G5S Plus Galaxy A8
AnTuTu 59063 70297 63440 114882
Basemark OS II 1224 1563 1115 1529
Geekbench 4 3600 4143 Não rodou 4012

O que falta no Galaxy A8

Além do scanner de íris, o que faz falta no Galaxy A8 em relação ao Galaxy S8, são dois fatores. Primeiro, o aparelho não tem medidor de batimentos cardíacos, sensor também usado para medir o nível de oxigênio e de estresse no aplicativo Samsung Health. O segundo é a falta de compatibilidade com carregadores sem fio.

Para quem gosta de filmar com o celular, é importante mencionar que as filmagens são feitas com resolução máxima de 1080p, a 30 quadros por segundo. Ou seja, o aparelho não filma em 4K, como fazem o Galaxy A8 e o Galaxy Note8.

Vale a pena?

Como todo produto, o preço de lançamento do Galaxy A8 ainda é alto para o segmento no qual ele compete. Ainda assim, é melhor do que os rivais em vários pontos, como o Zenfone 4 ou o Moto Z2 Play, mas seu grande destaque é a câmera dianteira dupla. Com isso, o A8 é um bom smartphone para quem tira muitas fotos e deseja um smartphone com recursos avançados sem pagar o preço de um modelo topo de linha.

Prós: Câmera frontal dupla com Foco Dinâmico, boa duração de bateria e tela grande.
Contras: Faltam sensores do S8, vem com Android Nougat e não filma em 4K

Avaliação

8.6

Veja nossa análise em vídeo sobre o Galaxy A8:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.