Assinantes de TV paga caem e vídeo sob demanda sobe nos EUA

Segundo o estudo, em março de 2012, 38% dos lares nos Estados Unidos assinavam canais premium de TV paga. Em agosto de 2013, esse número caiu para 32%

	Netflix: ainda de acordo com o estudo, o Netflix continua sendo o principal serviço de vídeo on demand por assinatura
 (Scott Eells/Bloomberg)
Netflix: ainda de acordo com o estudo, o Netflix continua sendo o principal serviço de vídeo on demand por assinatura (Scott Eells/Bloomberg)
D
Da RedaçãoPublicado em 21/01/2014 às 17:35.

São Paulo - Um estudo divulgado pelo NPD Group indica que nos Estados Unidos o número de assinantes de canais premium de TV por assinatura, como HBO e Showtime, diminuiu nos últimos dois anos, enquanto o número de usuários de serviços de vídeo sob demanda por assinatura (SVOD), como o Netflix, aumentou.

Segundo o estudo, em março de 2012, 38% dos lares nos Estados Unidos assinavam canais premium de TV paga. Em agosto de 2013, esse número caiu para 32%.

Já para os serviços de SVOD, no mesmo período, o estudo indica um aumento de 23% para 27% dos lares com assinaturas.

Ainda de acordo com o estudo, o Netflix continua sendo o principal serviço de vídeo on demand por assinatura, mas Hulu Plus e Amazon Prime registram maiores taxas de crescimento.

O estudo também aponta que o modelo SVOD representa 71% de todas as transferências pagas de vídeo digital, apresentando, ainda, taxas de crescimento superiores às de outros modelos.

O Netflix atingiu 31,1 milhões assinantes nos Estados Unidos no fim do terceiro trimestre de 2013, 24% a mais que no ano anterior.

O estudo do NPD tem como base informações de transação de 450 mil usuários e uma pesquisa realizada com 7,5 mil consumidores.