Apple quer usar Siri para transcrever caixa postal do iPhone

Funcionalidade faria parte de um novo serviço chamado de iCloud Voicemail, que permitiria aos usuários configurar respostas personalizadas para o correio de voz

A Apple está testando um novo serviço que usa a assistente pessoal Siri para transcrever mensagens de voz deixada na caixa postal do iPhone, segundo uma reportagem do site Business Insider.

A funcionalidade faria parte de um novo serviço chamado de iCloud Voicemail, que permitiria aos usuários configurar respostas personalizadas para o correio de voz, dizendo onde eles estão e porque não podem atender aquela determinada chamada.

O serviço seria uma das melhorias prometidas para a Siri no iOS 9 e uma forma de competir com outros assistentes pessoais virtuais, como a Cortana, da Microsoft, e o Google Now, presente nos aparelhos Android.

A funcionalidade, porém, irá demorar a ficar pronta. Segundo o Business Insider, o iCloud Voicemail não será lançado antes de 2016.

A Apple não seria a primeira empresa a lançar um serviço desse tipo. O Google já oferece há alguns anos a transcrição de mensagens deixadas na caixa postal do telefone, mas essa função ainda tem problemas de precisão.

A empresa quer corrgir essa falha, e recentemente anunciou que cortou em 49% os erros de transcrição do sistema, com o uso de redes neurais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.