Apple escolhe telas OLED para novos iPhones, diz Electronic Times

Japan Display, um dos principais fornecedores de telas LCD para iPhones, ficou atrás de seus rivais sul-coreanos na produção de OLEDs

Tóquio/Seul - A Apple decidiu usar telas OLED em todos os três novos modelos de iPhone planejados para o próximo ano, publicou o Electronic Times, da Coreia do Sul, em uma notícia que fez as ações da Japan Display despencarem 10 por cento.

A Japan Display, um dos principais fornecedores de telas de cristal líquido (LCD) para iPhones, ficou atrás de seus rivais sul-coreanos na produção de OLEDs. Por outro lado, as ações da LG Display subiram.

A Apple recentemente começou a planejar novos modelos de iPhone e decidiu que todos os três modelos terão telas com diodos orgânicos emissores de luz (OLED), disse o Electronic Times na segunda-feira, citando várias fontes da indústria.

Um representante do escritório da Apple na Coreia do Sul não comentou o assunto. Um porta-voz da Japão Display se recusou a comentar.

As ações da empresa caíram 10 por cento no final da sessão desta terça-feira. Mais cedo, as ações caíram cerca de 21 por cento.

A Japan Display planeja iniciar a produção em massa de painéis OLED para smartphones somente a partir de 2019, e está à procura de novos investidores que possam financiar investimentos para lançar uma linha de produção.

"O governo japonês continuará fornecendo uma tábua de salvação para a Japan Display, mas a empresa está demorando para alcançar rivais sul-coreanos em OLED", disse Masayuki Otani, analista-chefe de mercado da Securities Japan. As ações da LG Display subiram 5 por cento.

"Se a Apple usar OLED em todos os modelos no ano que vem, isso pode aumentar as esperanças de que a LG Display tenha uma fatia, já que a Apple pode querer diversificar suas fontes de fornecimento de OLEDs", disse Lee Won-sik, analista da Shinyoung Securities em Seul.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.