Tecnologia

Apple é processada por iPhones que consomem muita internet

Após a introdução da função Wi-Fi Assist, smartphones usavam a rede móvel, mesmo conectados ao Wi-Fi


	Apple: Empresa é está sendo processada por 5 milhões de dólares
 (Getty Images)

Apple: Empresa é está sendo processada por 5 milhões de dólares (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 26 de outubro de 2015 às 15h48.

São Paulo – Um grupo de usuários de produtos Apple está processando a empresa por terem recebido contas de internet móvel excessivamente altas, devido à função Wi-Fi assist, presente no sistema operacional iOS 9. Os consumidores pedem indenização no valor de 5 milhões de dólares. 

O Assist funciona medindo a qualidade da conexão Wi-Fi de usuários de iPhones ou iPads e utilizando redes móveis quando elas estão com sinal muito ruim. Desta forma, o usuário nunca fica sem internet.

O problema com o método é que ele é ativado automaticamente, assim que o usuário faz um update para o iOS 9, sem aviso algum de que aquilo aconteceria. Para aqueles que não possuem um plano ilimitado de internet móvel, isso pode significar grandes contas de celular no final do mês, que é o que aconteceu com vários usuários do sistema.

A Apple, depois da polêmica criada em torno do Wi-Fi Assist, colocou uma informação em seu site sobre os possíveis usos de dados por conta da função, mas ela continua ativada por padrão em todos os smartphones e tablets com iOS 9.

De acordo com o site Apple Insider, site especilizado na cobertura de assuntos da Apple, a ação acusa a empresa de violar a lei californiana de competição injusta, de propaganda enganosa e representação negligente.

Usuários que queiram desabilitar a função devem entrar em "Ajustes", escolher a opção "Celular" e, no final da página, desabilitar a opção "Assistência Wi-Fi". A Apple ainda não se posicionou sobre o caso.

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaInternetiOSiPadiPhoneSmartphonesTabletsTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame