Amazon enviou dados pessoais de usuário para a pessoa errada

Com as gravações da Alexa, sua assistente pessoal, o usuário era facilmente identificável por um completo desconhecido

São Paulo - A Amazon continua enfrentando problemas de vazamento de dados com sua assistente de voz, a Alexa. Segundo reportagem da revista alemã C’t, mais de 1.700 gravações de um homem que possuía a assistente em sua casa foram enviadas por engano a outro usuário do sistema, e a empresa não avisou nenhum dos dois sobre o ocorrido até pouco antes de a história vir à tona.

De acordo com a revista, um usuário da Alexa na Alemanha que requisitou acesso a seus dados gravados no sistema recebeu por engano mais de 1.700 gravações de outro homem até então completamente desconhecido. As gravações continham informações que o tornavam facilmente identificável, como seu endereço, nome, sobrenome, gosto musical e até a identidade de sua parceira. O usuário possuía o sistema instalado em toda a casa, incluindo em seu banheiro, o que fez que com que áudios gravados enquanto ele estava no banho também foram enviados.

Ainda segundo a reportagem, o usuário que recebeu os dados entrou em contato com a revista, que identificou e buscou o usuário que teve as informações vazadas. Segundo este último, a Amazon não o havia avisado do incidente, mas deu a ele novos dispositivos Echo e uma associação Prime pouco antes de a matéria ser publicada.

Versão da Amazon

A Amazon justifica o armazenamento de dados do usuário como forma de aprimorar seu sistema de reconhecimento de voz. "Este foi um caso infeliz de erro humano e um incidente isolado", disse um representante da Amazon ao site Business Insider. "Resolvemos o problema com os dois clientes envolvidos e tomamos medidas para melhorar ainda mais nossos processos. Também estivemos em contato com uma base de precaução com as autoridades reguladoras relevante."

A empresa afirmou ainda que havia se desculpado com os dois clientes e estava em contato com as autoridades reguladoras, incluindo os administradores do Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também