Revista Exame
Acompanhe:

Startups de tecnologias inéditas criam nova uma onda de boas ideias

Nascidas de um ecossistema de inovação já estabelecido, startups de tecnologias inéditas criam uma nova geração de inovações

Infarm: cultivo vertical indoor, com frutas, vegetais e verduras selecionados e modificados geneticamente para florescer em ambiente controlado (Divulgação/Divulgação)

Infarm: cultivo vertical indoor, com frutas, vegetais e verduras selecionados e modificados geneticamente para florescer em ambiente controlado (Divulgação/Divulgação)

A
André Lopes

Publicado em 12 de dezembro de 2022, 06h00.

Infarm, de agricultura vertical

A junção da vida urbana com a agricultura é a missão desse unicórnio com sede em Amsterdã, na Holanda. Para fazer dar certo essa combinação, a startup propõe o cultivo vertical indoor, com frutas, vegetais e verduras selecionados e modificados geneticamente para florescer em ambiente controlado.

O diferencial da empresa é fornecer os alimentos mais frescos e sem a perda que a logística do cultivo tradicional causa à colheita. Na lista de clientes do hortifruti high-tech estão varejistas do peso de Amazon Fresh, Metro AG e Marks & Spencer. Financiando a ideia estão fundos como a Qatar Investment Authority que, junto com outros investidores, deu à empresa um caixa de 500 milhões de dólares, valor que lança a Infarm como uma das agritechs mais bem financiadas do mundo.

Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia: assine a EXAME por menos de R$ 0,37 e receba notícias em primeira mão.


Kodiak Robotics, de caminhões autônomos 

Com 30 milhões de dólares recém-aportados ao caixa da Kodiak Robotics, de caminhões autônomos, a empresa que foca seus esforços em inteligência artificial e radares de visão de máquina deve expandir a marca de mais de 13.000 quilômetros rodados sem o controle humano por estradas dos Estados Unidos.

Os caminhões da Kodiak já foram abraçados pelo gigante sueco Ikea, que espera entregar parte de seus produtos com os veículos autodirigidos até o fim da década. Em testes feitos pelas parceiras, enquanto havia um piloto de testes ao volante, o humano cedeu ao robô 94% do tempo. Junto com isso, as viagens tiveram uma economia de combustível de 10%. Se no futuro a empresa se provar viável, a ideia será substituir os veículos a combustão por elétricos e assim ajudar o setor de logística a reduzir o impacto das emissões de carbono. 

Kodiak Robotics, de caminhões autônomos (Divulgação/Divulgação)


QuEra Computing, de computação quantica 

Nascida em um laboratório de física do MIT, em 2017, a QuEra Computing desenvolve um tipo especial de computador quântico conhecido como simulador quântico programável. Em termos mais simples, a tecnologia é capaz de lançar luz sobre uma série de processos quânticos complexos e, eventualmente, ajudar a trazer avanços ao mundo real em ciência de materiais, comunicação sem fio, finanças e sistemas de pagamentos, além de muitos outros campos — superando obstáculos de pesquisa que estão além das capacidades até mesmo dos supercomputadores mais rápidos de hoje. O simulador já permitiu, por exemplo, observar o comportamento de átomos que funcionavam na teoria, mas nunca haviam sido comprovados em um experimento real. 

QuEra Computing, de computação quantica (Divulgação/Divulgação)

LEIA TAMBÉM: