Após deixar a realeza, ex-princesa do Japão consegue 1º emprego nos EUA

Mako Komuro trabalhará em exposições no Metropolitan Museum of Modern Art em Nova York, embora não esteja se juntando à equipe em tempo integral
Ex-princesa japonesa Mako Komuro se casou com plebeu em outubro de 2021 (AFP/AFP)
Ex-princesa japonesa Mako Komuro se casou com plebeu em outubro de 2021 (AFP/AFP)
Por Da RedaçãoPublicado em 13/04/2022 12:28 | Última atualização em 13/04/2022 12:28Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A ex-princesa do Japão Mako Komuro, que perdeu seu status de realeza no ano passado depois de se casar com o plebeu Kei Komuro, deu mais um passo em direção à vida de plebeia: conseguiu seu primeiro emprego. Mako está trabalhando no Metropolitan Museum of Modern Art de Nova York.

A ex-princesa de 30 anos se casou com Komuro em um cartório de Tóquio em 26 de outubro do ano passado. Ela perdeu os costumes usuais de um casamento real e recusou um pagamento de ¥ 140 milhões (R$ 103 milhões na cotação de hoje) a que ela tinha direito como mulher membro da realeza deixando a família imperial japonesa.

Ela trabalhou em uma exposição de pinturas de pergaminhos inspiradas na vida de Ippen (1239-1289), um monge que viajou pelo Japão durante o Período Kamakura (1192-1333) apresentando o budismo às massas, cantando orações enquanto dançava.

A agora Sra. Komuro não faz parte da equipe do Met e é apenas voluntária, de acordo com o The Japan Times. Mas se engana quem pensa que ela não está preparada. O trabalho está à altura da formação da ex-princesa, que está usando sua experiência em história da arte para atuar na curadoria do museu.

Ela é formada em arte e patrimônio cultural pela International Christian University em Tóquio, mesma universidade em que conheceu o marido. Ela também estudou história da arte na Universidade de Edimburgo e tem mestrado em estudos de museus e galerias de arte pela Universidade de Leicester.

Mako também trabalhou como pesquisadora especial no museu da Universidade de Tóquio enquanto ainda era da realeza.

Após o casamento, o casal se mudou para os Estados Unidos para morar em Nova York, onde Komuro trabalha como advogado.