Negócios

Vice-presidente da GM diz não querer mais carros horríveis

Mary Barra não quis citar quais modelos se encaixam no perfil

Mary Barra: eleita uma das mulheres mais influentes do mundo, Barra não mencionou quais modelos da gama da GM que não a agradam (Reprodução/YouTube)

Mary Barra: eleita uma das mulheres mais influentes do mundo, Barra não mencionou quais modelos da gama da GM que não a agradam (Reprodução/YouTube)

DR

Da Redação

Publicado em 18 de outubro de 2013 às 16h19.

Em entrevista ao site Fortune, do Grupo CNN, Mary Barra, vice-presidente executiva global de Desenvolvimento de Produtos, Compras e Suprimentos da General Motors, revelou que passou uma instrução clara aos seus funcionários: não quero mais carros horríveis.

Eleita uma das mulheres mais influentes do mundo, Barra, por outro lado, não mencionou quais modelos da gama da GM que não a agradam.

A executiva preferiu abordar temas como o processo de reformulação de rotina de trabalho, promovido por ela com o objetivo de dar mais poder de decisão aos funcionários.

Eles (os funcionários) querem ir lá para fazer o melhor. Sinto que o que eu preciso é ajustar os sistemas, habilitar os processos e ter a postura certa de liderança, disse Barra.

//www.youtube.com/embed/a0FHsJzeNZs?feature=player_embedded

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCNNEmpresasEmpresas americanasGM – General MotorsMontadorasVeículos

Mais de Negócios

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Como um adolescente de 17 anos transformou um empréstimo de US$ 1 mil em uma franquia bilionária

Um acordo de R$ 110 milhões em Bauru: sócios da Ikatec compram participação em empresa de tecnologia

Mais na Exame