RBS tem queda no lucro a 888 mi de libras, mas pagará dividendo

É a primeira vez que a empresa deve fazer isso desde que foi apoiada por um fundo com dinheiro do contribuinte britânico

Londres - O Royal Bank of Scotland informou nesta sexta-feira que registrou lucro líquido de 888 milhões de libras no primeiro semestre, uma queda de 5,4% na comparação anual. O lucro operacional antes de impostos ficou 1,83 bilhão de libras (US$ 2,38 bilhões), inferior ao de 1,95 bilhão de libras do primeiro semestre de 2017. Por outro lado, o RBS anunciou que pagará seu primeiro dividendo em dez anos.

Controlado majoritariamente pelo governo do Reino Unido, o banco anunciou que pretende pagar 2,0 pence por ação como dividendo. É a primeira vez que a empresa deve fazer isso desde que em 2008 foi apoiada por um fundo com dinheiro do contribuinte britânico.

Neste primeiro semestre, o resultado foi afetado por 801 milhões de custo com um acordo com o Departamento de Justiça nos EUA por causa da venda de títulos lastreados em hipoteca que foram o estopim da crise financeira de 2008. O RBS disse que o momento de pagamento do dividendo dependerá da finalização do acordo com os EUA. Após o balanço, a ação do banco subia 2,84% na Bolsa de Londres, às 4h32 (de Brasília).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.