Presidente do Barclays pode pedir demissão em breve

Segundo The Guardian, o momento exato da partida Agius não é clara, mas é provável que ocorra nos próximos dias

São Paulo - Marcus Agius, presidente do Barclays, está prestes a renunciar seu cargo depois do escândalo sobre manipulação de LIBOR (a taxa à qual os bancos emprestam uns aos outros). A informação foi divulgada hoje pelo jornal The Guardian.

De acordo com a reportagem, o momento exato da partida Agius não é clara, mas é provável que ocorra nos próximos dias, possivelmente na noite de domingo.

Gerentes do Barclays acreditaram, erroneamente, que tinham obtido permissão para oferecer estimativas artificialmente baixas para a taxa Libor após uma conversa ocorrida em 2008 entre Bob Diamond, o executivo-chefe do banco, e Paul Tucker, vice-governador do Banco da Inglaterra, reportou o Financial Times neste domingo.

A fraude desencadeou uma onda de fúria política que vai se intensificar nesta semana, quando os deputados têm audiências marcadas para questionar Diamond e Agius sobre o caso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.