Google negocia fornecer serviços de computação em nuvem na China

Empresa, que desistiu do mercado de buscas na China em 2010, vem ativamente buscando formas de retornar ao país, onde muitos de seus produtos são bloqueados

O Google está negociando com Tencent, Inspur e outras empresas chinesas para oferecer serviços de computação em nuvem no país, disse a Bloomberg nesta sexta-feira, citando pessoas familiarizadas com as discussões.

As negociações começaram no começo de 2018 e a gigante reduziu no fim de março a três o número de candidatos a uma parceria.

Não está imediatamente claro se os planos terão continuidade devido às crescentes tensões entre China e Estados Unidos, de acordo com a reportagem.

Google e Tencent não responderam imediatamente a pedido de comentário.

O Google, que desistiu do mercado de buscas na China em 2010, vem ativamente buscando formas de retornar ao mercado chinês, onde muitos de seus produtos são bloqueados por reguladores.

Por meio de parcerias com empresas locais, o Google busca administrar serviços baseados em internet por meio de centros de dados domésticos e servidores de provedores chineses, similar ao modo como outras empresas de computação em nuvem dos EUA acessam o mercado, segundo a Bloomberg.

Na quinta-feira, a Reuters publicou que o Google planejava lançar uma versão da sua ferramenta de buscas na China que bloqueará alguns sites e termos de busca.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.