Delta Air Lines vê lucro sólido apesar de combustível caro

A companhia área norte-americana disse esperar uma margem operacional de 9 a 11 por cento para o trimestre

São Paulo - A Delta Air Lines disse nesta quinta-feira esperar um terceiro trimestre lucrativo mesmo com a alta dos preços dos combustíveis pressionando as margens.

A companhia área norte-americana disse esperar uma margem operacional de 9 a 11 por cento para o período, um ponto percentual abaixo da expectativa anterior, devido à alta do combustível, informou a empresa em uma conferência.

Empresas aéreas norte-americanas, nos últimos anos, anunciaram fusões, cortaram voos para adaptar à demanda e acrescentaram tarifas para bagagem e comida a fim de aumentar os lucros.

Tanto a Delta quanto a United Continental disseram que a capacidade, ou assentos disponíveis, cairão pelo resto do ano.

Mas o custo de combustível pode o principal problema à medida que as viagens tendem a cair na típica desaceleração sazonal de viagens durante o outono no hemisfério norte.

A Delta comprou uma refinaria neste ano para ter mais controle sobre a alta dos preços dos combustíveis, e espera economias anuais de 300 milhões de dólares devido a isso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.