BNDES vai financiar construção de fábricas da Duratex

Aportes do banco devem somar cerca de R$ 600 milhões

São Paulo - Dos investimentos anunciados nesta segunda-feira (18/4) pela Duratex, que totalizam 1,2 bilhão de reais, metade do valor será financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), afirmou Flavio Donatelli, diretor executivo financeiro e de relações com investidores da companhia.

Segundo o executivo, a estimativa é de que, em três meses, os contratos de financiamento sejam assinados. "Já conversamos com o BNDES e está tudo certo para recebermos o aporte". Além dos 600 milhões de reais, a Duratex também está angariando valores junto ao BNDES para investimentos no braço de louças e metais sanitários da companhia.

A Duratex planeja construir duas plantas de MDF, que juntas devem agregar a capacidade das plantas já existentes 1,2 milhão de metros cúbicos do produto. Hoje, a divisão de madeira da Duratex responde por dois terços do faturamento da companhia. Em 2010, a Duratex registrou receita líquida de 2,7 bilhões de reais.

"Nos próximos cinco anos, nossa receita líquida deve crescer cerca de 1 bilhão de reais. Parte dessa pauta está relacionada aos investimentos anunciados para os próximos anos na área de MDF", afirmou Donatelli.

Segundo ele, o MDF é um produto de maior valor agregado, que pode trazer um retorno mais rápido para a companhia. "O mercado está aquecido e acreditamos que o crescimento do setor deve manter o mesmo ritmo nos próximos anos", afirmou o executivo. Em 2010, o setor de MDF cresceu 26% na comparação com o ano retrasado.

Mercado interno

As duas novas fábricas da Duratex serão construídas, a princípio, para atender o mercado interno. Donatelli, no entanto, não descarta a possibilidade de exportar o material. "Se houver demanda, podemos exportar. Mas prioridade será o Brasil", disse.

O MDF é uma madeira compensada usada principalmente pelo mercado moveleiro e de construção civil. Os eventos esportivos, que acontecerão no país nos próximos anos, também devem movimentar o setor. "Estamos de olho também neste mercado", afirmou Donatelli

A primeira fábrica da Duratex deve ficar pronta no final de 2012. Neste ano, cerca de 250 milhões devem ser investidos na construção da planta. A unidade será instalada na cidade de Itapetininga, interior de São Paulo. A segunda fábrica ainda não tem local definido, mas deve ser instalada na região sul ou sudeste do país, principais pontos onde estão as florestas da Duratex.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.