Rebeldes sírios entregam reféns em troca por comandante

10 crianças e 15 mulheres de localidades xiitas da província de Aleppo haviam sido detidos pela facção islamita Jaish al-Muyahidin

Beirute – Combatentes islamitas na região norte da Síria trocaram, no domingo à noite, mais de 20 mulheres e crianças por um comandante rebelde capturado pelas forças partidárias do regime, informou uma ONG síria.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) afirmou que 10 crianças e 15 mulheres de localidades xiitas da província de Aleppo haviam sido detidos pela facção islamita Jaish al-Muyahidin.

Em um acordo mediado pelas Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG), as mulheres e as crianças foram entregues em troca de Yusef Zawaa, um comandante da Jaish al-Muyahidin que havia sido capturado por grupos armados leais ao regime de Bashar al-Assad.

O OSDH, com sede na Grã-Bretanha, afirmou que as mulheres e crianças eram de Zahraa e Nubol, duas localidades xiitas cercadas pelos rebeldes há mais de 18 meses.

“Foram sequestrados há mais de um ano ao atravessar postos de controle, quando seguiam de Nubol e Zahraa para Damasco e Aleppo”, afirmou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Zawaa foi capturado ao entrar no território pró-governo por engano, segundo Abdel Rahman.

Em outras partes do país, os bombardeios do governo deixaram pelo menos 17 mortos, incluindo cinco crianças, na província de Idlib (noroeste), informou a ONG.

Cinco mortes aconteceram na cidade de Idlib, que uma coalizão de grupos islamitas, incluindo a Frente Al-Nusra (vinculada à Al-Qaeda), retomou das forças governamentais em 28 de março.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.