Preso de Guantánamo de "alto valor" é acusado de terrorismo

Máxima autoridade militar de Guantánamo aprovou denúncias contra Abd al-Hadi al-Iraqi, acusado de dirigir ataques fatais contra norte-americanos e seus aliados

Um iraquiano de "alto valor" preso em Guantánamo e acusado de ser um comandante da Al-Qaeda no Afeganistão e no Paquistão foi encaminhado a um tribunal militar acusado de terrorismo, anunciou o Pentágono nesta terça-feira.

A máxima autoridade militar de Guantánamo aprovou nesta terça-feira as denúncias contra Abd al-Hadi al-Iraqi, acusado de dirigir ataques fatais contra norte-americanos e seus aliados no Paquistão e outros lugares entre 2001 e 2006, afirma o comunicado do departamento de Defesa.

O homem de 53 anos nascido no Iraque e transferido a Guantánamo em abril de 2007 foi um dos últimos a chegar na prisão para suspeitos de terrorismo instalada na base militar dos Estados Unidos em Cuba.

Ele é um dos 15 detentos de "alto valor", mantidos no super-secreto "camp 7".

Abd al-Hadi é acusado de ser um líder da Al Qaeda no Afeganistão e no Paquistão. Osama bin Laden o teria designado comandante da rede no Iraque pouco antes de ele ser detido.

Abd al-Hadi seria responsável pela morte de soldados norte-americanos, canadenses, britânicos e noruegueses, além de ter ajudado um ataque suicida em que morreram vários alemães em Kabul em 2003.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.