Mundo

O que se sabe sobre o câncer do rei Charles III?

Após o anúncio feito pelo Palácio de Buckingham sobre sua condição, na segunda-feira, 5, há poucas informações disponíveis

O rei Charles III deixa a London Clinic acompanhado pela Rainha Camilla, em 29 de janeiro de 2024, em Londres (AFP Photo)

O rei Charles III deixa a London Clinic acompanhado pela Rainha Camilla, em 29 de janeiro de 2024, em Londres (AFP Photo)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 6 de fevereiro de 2024 às 13h52.

Última atualização em 6 de fevereiro de 2024 às 13h55.

O rei Charles III enfrenta um recente diagnóstico de câncer, descoberto durante sua hospitalização após uma operação de próstata, em Londres. Entretanto, a natureza e gravidade específicas da doença ainda são desconhecidas.

Após o anúncio feito pelo Palácio de Buckingham sobre sua condição, na segunda-feira, 5, há poucas informações disponíveis.

- O câncer foi detectado "cedo", de acordo com o primeiro-ministro conservador britânico, Rishi Sunak. Teoricamente, isso melhora as chances de recuperação.

- Embora o Palácio de Buckingham não tenha especificado o tipo de câncer que o rei de 75 anos enfrenta, indicou não se tratar do câncer de próstata.

- Entre cerca de 1.000 novos casos detectados diariamente no Reino Unido, 53% são câncer de mama, pulmão, próstata e cólon, de acordo com a organização de pesquisa sobre o câncer Cancer Research UK.

Entre os novos casos de câncer diagnosticados a cada ano, 36% das pessoas estão com mais de 75 anos.

A mesma fonte acrescenta que 50% dos afetados sobrevivem por mais de dez anos, embora isso dependa, em grande parte, das circunstâncias individuais de cada um.

- O monarca, que retornou na segunda-feira de Sandringham, no centro-leste da Inglaterra, para Londres, onde recebeu tratamento inicial, descobriu que estava com câncer após uma operação de próstata realizada em 26 de janeiro.

Ele ficou hospitalizado por três dias na London Clinic, onde o tumor foi detectado.

O diagnóstico foi informado no início da semana passada, segundo o Daily Mail. Isso não o impediu de ser visto em público no domingo, em Sandringham, com sua esposa Camila.

Naquele dia, ele foi a uma igreja e cumprimentou uma multidão no caminho.

- "Para evitar especulações", Charles III deu a notícia primeiro a seus entes queridos, incluindo seu segundo filho, Harry, com quem mantém uma relação tensa há algum tempo, antes de tornar pública sua doença.

- O soberano está "muito otimista em relação ao seu tratamento", disse o Palácio de Buckingham.

Muitos pacientes com câncer passam por sessões de quimioterapia.

O monarca "espera retomar todas as suas atividades públicas o mais rápido possível", conforme indicado pelo palácio em comunicado.

- Alguns veículos de imprensa publicaram que Charles III passará pelo tratamento em sua própria residência.

- Conhecido por ser muito ativo, o rei, que no passado teve apenas problemas de saúde menores, suspendeu todas as suas atividades públicas por tempo indeterminado.

No entanto, ele continuará desempenhando suas funções como monarca constitucional.

O primeiro-ministro, Rishi Sunak, com quem se encontra todas as semanas, afirmou nesta terça-feira, 6, que "continuará se comunicando com ele, como de costume".

Acompanhe tudo sobre:Rei-Charles-IIIReino Unido

Mais de Mundo

Esquerda francesa enfrenta impasse para nomear primeiro-ministro; entenda

Brasil observa eleição na Venezuela com ‘preocupação e confiança’, diz Amorim

Eleições EUA: Doadores democratas reterão US$ 90 milhões enquanto Biden permanecer na disputa

Com ocupação de 99%, Reino Unido liberará milhares de detidos para abrir espaço nas prisões

Mais na Exame