Mundo

O que é Domo de Ferro? Como funciona o escudo antimíssil de Israel que interceptou ataques do Irã

Israel utilizou o seu sistema antimíssil, conhecido como Domo de Ferro, para evitar os ataques, além de receber ajuda de aliados como Estados Unidos e Reino Unido

 (AFP/AFP)

(AFP/AFP)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 14 de abril de 2024 às 09h08.

Última atualização em 15 de abril de 2024 às 08h28.

Após um ataque do Irã com mais de 300 drones e mísseis, as Forças de Defesa de Israel afirmaram que conseguiram interceptar 99% dos projéteis sem graves consequência ao país. Israel utilizou o seu sistema antimíssil, conhecido como Domo de Ferro, para evitar os ataques, além de receber ajuda de aliados como Estados Unidos e Reino Unido.

Diversas imagens e vídeos mostram a capacidade do sistema, revelando como ele destrói diversos mísseis no ar simultaneamente e impede que caiam em áreas civis. O mesmo sistema foi utilizado por Israel para interceptar parte dos ataques do Hamas, em outro.

Para chegar conseguiu nível de precisão que intercepta 99% dos ataques, foram necessários anos de desenvolvimento. O início das pesquisas para a instalação de um sistema de defesa aérea remonta a mais de 35 anos, quando Israel firmou parceria com os Estados Unidos em um projeto de defesa estratégica.

Em 1986, o Ministério da Defesa de Israel decidiu desenvolver um sistema alinhado às necessidades de segurança do país, resultando em diversas ferramentas de defesa nos anos seguintes.

O "Domo de Ferro", como é conhecido hoje, começou a ser desenvolvido em 2007 pela Rafael Advanced Defense Systems e a Israel Aerospace Industries. Após passar por inúmeros testes, o sistema tornou-se operacional em março de 2011. Em abril do mesmo ano, demonstrou sua eficácia ao derrubar um míssil direcionado a uma cidade israelense.

O núcleo da estratégia do Hamas para derrotar a Cúpula de Ferro, durante a incursão terrorista no sábado, focou em uma fraqueza obvia: o volume do ataque.

Os foguetes utilizados pelo Hamas são muito mais baratos de fabricar do que os mísseis do Domo Ferro, tornando o sucesso do ataque numa corrida para ver quem ficará sem munições primeiro.

A onda inicial com foguetes e artilharia, coincidiu com o aparecimento de forças invasoras em múltiplas frentes, e foi o que levou o Hamas a romper a barreira área por alguns momentos.

Funcionamento do "Domo de Ferro":

A operação do sistema baseia-se em instrumentos avançados de monitoramento, incluindo radares que detectam ataques inimigos. Ao identificar um ataque, a tecnologia determina a trajetória do míssil inimigo e, se áreas urbanas estiverem sob ameaça, lança um míssil interceptor para neutralizar a ameaça em pleno ar.

Este sistema móvel pode ser implantado em qualquer região do país, com baterias de mísseis interceptores alocadas em veículos militares.

Confira cada uma das características que permitem a precisão do sistema:

  • Instrumentos de monitoramento: Utiliza radares avançados para detectar ataques inimigos em tempo rea
  • Cálculo de trajetória: Ao identificar um míssil inimigo, a tecnologia determina sua trajetória, avaliando se áreas urbanas serão afetadas.
  • Lançamento de interceptores: Se detectada uma ameaça a áreas urbanas, o sistema lança um míssil interceptor.
  • Neutralização em pleno ar: O míssil interceptor é projetado para colidir e detonar o míssil inimigo antes que ele alcance seu alvo.
  • Mobilidade: Sistema versátil que pode ser implantado em qualquer região do país, com baterias de mísseis interceptores que podem ser alocadas em veículos militares.

A capacidade do sistema de defesa

Quanto à sua eficácia, o Ministério da Defesa relata que o Domo de Ferro intercepta aproximadamente 90% dos ataques inimigos, com o sistema em constante evolução e contando com o suporte dos Estados Unidos.

Recentemente, o Hamas anunciou uma grande operação, com milhares de foguetes sendo lançados contra Israel.

Sirenes soaram em diversas cidades israelenses, com ataques atingindo infraestruturas e veículos. Em resposta, o primeiro-ministro israelense iniciou a operação "Espadas de Ferro", reforçando a importância de sistemas como o Domo de Ferro em tempos de conflito e instando os cidadãos a seguirem protocolos de segurança.

Com informações de André Lopes. 

LEIA TAMBÉM

Acompanhe tudo sobre:IsraelIrã - PaísIrãConflito árabe-israelense

Mais de Mundo

Grécia vai construir a maior 'cidade inteligente' da Europa, com casas de luxo e IA no controle

Seis mortos na Nova Caledônia, onde Exército tenta retomar controle do território

Guerra nas estrelas? EUA ampliam investimentos para conter ameaças em órbita

Reguladores e setor bancário dos EUA devem focar em riscos essenciais, diz diretora do Fed

Mais na Exame