Israel anula libertação de prisioneiros palestinos

Chefe israelense diz que Israel se nega a cumprir promessa de libertação de prisioneiros devido à decisão palestina de pedir a adesão a acordos internacionais

Israel anulou a libertação do último grupo de prisioneiros palestinos prevista no âmbito das negociações de paz, indicaram nesta quinta-feira fontes próximas às negociações.

A chefe da delegação israelense, Tzipi Livni, comunicou ao seu colega palestino que Israel se negava a cumprir com a promessa de libertação de 26 prisioneiros devido à decisão palestina de solicitar a adesão a 15 acordos e tratados internacionais, indicou a fonte.

Livni, também ministra da Justiça, reuniu-se na véspera em Jerusalém com o emissário americano Martin Indyk e o negociador palestino Saëb Erakat.

Ela disse à parte palestina que nenhuma gestão unilateral fará avançar as negociações e pediu aos palestinos que desistam da decisão de aderir aos tratados internacionais, segundo uma das fontes.

Em julho passado, em função do acordo patrocinado pelos Estados Unidos, a Autoridade Palestina aceitou suspender qualquer trâmite de adesão aos organismos e convenções internacionais durante nove meses de negociações em troca da libertação de prisioneiros palestinos detidos em Israel desde 1993.

Três grupos de prisioneiros foram libertados, mas, para proceder à quarta e última libertação, Israel exigiu um prolongamento das negociações além do prazo de 29 de abril.

Os palestinos rejeitaram esta condição extra e por isso Israel se negou a libertar os prisioneiros em 29 de março, como estava previsto no acordo.

Em represália, o presidente da Autoridade Palestina decidiu retomar o processo de adesão a várias agências e tratados internacionais da ONU.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.