Chama o Bill; Processem os sauditas…

Chama o Bill

Pré-candidata democrata ao governo dos Estados Unidos, Hillary Clinton disse em discurso no Kentucky que, se vencer as eleições presidenciais, cogitará deixar o marido, Bill, encarregado de “revitalizar a economia”. Embora não tenha afirmado que ele faria efetivamente parte do governo, Hillary tenta angariar simpatizantes no estado no qual Bill Clinton saiu vitorioso duas vezes na década de 90 — ele foi o último democrata a vencer no local. Delegados do Kentucky e do Oregon escolhem nas primárias desta terça seu candidato para representar os democratas na corrida presidencial em novembro.

_

Recompra na moda

As companhias americanas compraram as próprias ações como nunca no primeiro trimestre deste ano. A taxa de recompras cresceu 20% em comparação aos últimos três meses de 2015 e é 31% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares da S&P Dow Jones Indices. Apple, General Eletric, McDonald’s e Boeing estão entre as principais companhias adotando essa estratégia.

_

Processem os sauditas

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira uma lei que permite que famílias de vítimas do 11 de Setembro processem o governo da Arábia Saudita por possível participação nos atentados. Apesar de a Arábia Saudita ser o país natal do ex-líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, os sauditas sempre negaram participação nos ataques de 2001. O projeto ainda precisa passar pela Câmara e receber aprovação presidencial. A Casa Branca já manifestou que vetará a medida.

_

Mídia barrada no Iraque

O governo do Iraque decidiu proibir a operação de dois canais de TV, incluindo a rede árabe Al Jazeera, popular em diversos países da Ásia, da África e também do Ocidente. A medida vem após o aumento de ataques do Estado Islâmico em território iraquiano desde a última semana. Somente nesta terça-feira, três atentados diferentes em Bagdá deixaram pelo menos 69 mortos. Liderado por xiitas, o governo justifica a medida afirmando que os veículos podem inflamar confrontos sectários por serem populares, sobretudo entre a população sunita.

_

Mulheres no Twitter

O Twitter anunciou a nomeação da executiva Debra Lee, primeira descendente de africanos a fazer parte de seu conselho diretor. Lee é presidente da BET Networks, divisão de mídia e entretenimento da Viacom voltada para o público afroamericano. Aos 61 anos, ela também se torna a terceira mulher a fazer parte da diretoria do Twitter. A companhia vem sofrendo pressão para diversificar sua diretoria, uma vez que, até 2013, o comando da empresa era formado apenas por homens brancos.

_

No Canadá, o fogo continua

Um incêndio que já dura mais de duas semanas voltou a ameaçar instalações de exploração de petróleo na cidade de Fort McMurray, no Canadá. Cerca de 12.000 pessoas foram aconselhadas pelas autoridades a deixar a região. Mais de 80.000 habitantes haviam se retirado do local durante o pico do incêndio, há duas semanas, mas muitos já retornavam à cidade e as próprias petrolíferas trabalhavam para recomeçar a produção. Empresas como Suncor, Shell e ConocoPhillips têm atividades na região.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.