Biden insiste que mais ricos paguem 'parcela justa' de imposto

Deputados do Partido Democrata apresentaram proposta tributária que prevê receita de US$ 1 trilhão em dez anos com aumento nos impostos para empresas

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reafirmou nesta terça-feira, 14, sua defesa de que os mais ricos e as grandes empresas paguem sua cota justa de impostos no país. "É o momento dos super-ricos e das grandes corporações pagarem sua parcela justa em impostos", disse ele, pelo Twitter.

Nesta semana, deputados do governista Partido Democrata apresentaram proposta tributária que prevê receita de US$ 1 trilhão em dez anos com aumento nos impostos para empresas e também US$ 1 trilhão com a cobrança de um imposto maior para famílias de alta renda.

O objetivo da iniciativa é financiar um pacote de US$ 3,5 trilhões em medidas com foco na mudança climática e outras frentes, consideradas cruciais para os EUA avançarem segundo o presidente.

Vice-porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre também defendeu plataformas do governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante entrevista coletiva a bordo do Air Force One. A porta-voz lembrou que o governo deseja que os mais ricos paguem "a parcela justa" de seus impostos, impedindo-os de usar saídas legais para reduzir seus tributos. Além disso, enfatizou a importância da agenda ambiental e de como as pautas econômicas também devem ser vistas em linha com aquela.

Questionada sobre notícia segundo a qual os EUA e a União Europeia anunciarão meta para reduzir suas emissões de metano, a porta-voz disse que não tinha nada a comentar sobre o assunto neste momento. Jean-Pierre tampouco disse se Biden poderia firmar uma lei com gastos menores, em seus projetos de infraestrutura e outros gastos para apoiar a economia.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também