Mundo

Ataque israelense mata 7 militantes do Hamas, diz grupo

Trata-se da ofensiva mais letal da onda de violência exacerbada pelo sequestro e morte se três jovens israelenses e um palestino

Militante palestino em Gaza: cerca de 25 projéteis foram disparados contra Israel no domingo (Mohammed Salem/Reuters)

Militante palestino em Gaza: cerca de 25 projéteis foram disparados contra Israel no domingo (Mohammed Salem/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de julho de 2014 às 17h39.

Gaza - Ataques aéreos israelenses mataram sete militantes do Hamas na Faixa de Gaza nesta segunda-feira, segundo o grupo islâmico, na ofensiva mais letal da onda de violência exacerbada pelo sequestro e morte se três jovens israelenses e um palestino.

Os militares israelenses disseram que a aviação teve como alvo "instalações do terrorismo e lançadores de foguetes escondidos ao longo da Faixa de Gaza", depois que cerca de 25 projéteis foram disparados contra Israel no domingo.

Os disparos de foguetes a partir da Faixa de Gaza, território sob controle do Hamas, continuaram nesta segunda-feira e um soldado israelense ficou ferido, disse o Exército do país.

A tensão entre israelenses e palestinos se elevou por causa do assassinato de três adolescentes judeus na Cisjordânia, região sob ocupação de Israel, o qual o país atribuiu ao Grupo Hamas, e de um garoto palestino de 16 anos em Jerusalém Oriental.

Israel anunciou nesta segunda-feira ter prendido seis judeus suspeitos do assassinato de Mohamed Abu Khudair, aparentemente por vingança. O corpo carbonizado de Khudair foi encontrado em Jerusalém na quarta-feira, um dia depois do enterro de Naftali Fraenkel e Gil-Ad Shaer, ambos de 16 anos, e de Eyal Yifrah, de 19.

Acompanhe tudo sobre:Conflito árabe-israelenseFaixa de GazaHamasIsraelMortesPalestina

Mais de Mundo

Dois dias após atentado, Trump faz primeira aparição pública na Convenção Republicana

Biden ordena fornecimento de aparato de segurança para Kennedy Jr. e reforço para o de Trump

Site de Trump usa imagem de seu rosto ensanguentado para arrecadar fundos após atentado

Bolívia anuncia descoberta de megacampo de gás natural

Mais na Exame