Acnur está consternado com naufrágio de Lampedusa

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) expressou sua consternação diante de naufrágio de uma barcaça em Lampedusa, na Itália

Genebra - O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), António Guterres, expressou nesta quinta-feira sua consternação diante da tragédia do naufrágio de uma barcaça que, por enquanto, matou 93 pessoas frente à costa da ilha siciliana de Lampedusa.

"Felicito pela rápida ação tomada à guarda litorânea italiana para salvar vidas. Ao mesmo tempo, estou consternado pelo fenômeno mundial crescente de emigrantes e pessoas que fogem de conflitos ou perseguições e que morrem no mar", declarou Guterres em comunicado.

A Acnur expressou seu compromisso de colaborar com os países da região para dar assistência a estas pessoas que "arriscam suas vidas em viagens tão perigosas".

Na embarcação, da Líbia, viajavam 500 pessoas originárias da Eritréia e Somália. Até agora foram encontrados somente 147 sobreviventes, segundo os dados do Acnur.

Este é o segundo desastre das mesmas características ocorrido esta semana no litoral da Itália. No outro 13 homens se afogaram na costa sul da Itália quando tentavam nadar até a margem.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.