A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Ouro sobe à máxima em 4 semanas por incerteza econômica

O metal precioso é bastante procurado em momentos de incerteza porque é visto como um ativo seguro pelos investidores

Nova York - Nesta terça-feira, 14, o ouro subiu ao maior valor em quatro semanas, refletindo o aumento da demanda em meio às incertezas econômicas e às turbulências nos mercados acionários da Europa e da Ásia.

O metal precioso é bastante procurado em momentos de incerteza porque é visto como um ativo seguro pelos investidores.

O contrato mais negociado, para dezembro, fechou em alta de US$ 4,30 (0,3%), a US$ 1.234,30 por onça-troy na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

No início da sessão, os preços chegaram US$ 1.238,60, seu nível mais alto desde 17 de setembro.

A aversão a risco foi impulsionada pelos dados de produção industrial na zona do euro, que caiu fortemente em agosto, evidenciando a fragilidade econômica da região.

Na Alemanha, o instituto ZEW disse não descartar uma recessão no país, depois que o índice de expectativas econômicas registrou, neste mês, o primeiro resultado negativo desde novembro de 2012.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha encolheu 0,6% no segundo trimestre, em relação aos três meses anteriores. Uma recessão é definida por dois trimestres consecutivos de contração econômica.

"Claramente, os preços baixos do ouro estão sendo vistos como uma oportunidade atraente para compra", disseram analistas do Commerzbank em nota a clientes.

Outros metais preciosos também registraram valorização, como a prata, que ganhou 0,3%, a US$ 17,403 por onça-troy.

A platina subiu 0,9%, para US$ 1.272,30 por onça-troy, e o paládio aumentou 1,2%, para US$ 795,10 por onça-troy. Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também