Marca Pelé tem novos donos

A empresa americana Legends 10 passa a cuidar dos interesses publicitários do rei do futebol em todo o mundo

São Paulo - A partir de agora a marca Pelé passa a ser administrada por uma agência única no Brasil e em todo o mundo, a Legends 10, que tem escritórios em Los Angeles e Nova York. É a primeira vez, em quarenta anos, que isso acontece na carreira do maior jogador de futebol de todos os tempos. Os interesses relacionados à sua imagem passam a ser negociados pela empresa. Ela vai cuidar de contratos de marketing e publicidade, licenciamento de produtos e também das aparições públicas do rei. Os primeiros projetos da recém-criada Legends 10 serão a atualização da marca Pelé e o lançamento de uma mídia social oficial.

“Este é um momento extraordinário em minha vida e carreira”, declarou Pelé na assinatura do contrato. “Tenho total confiança na Legends 10 e sei que eles vão proteger meu legado hoje e para as futuras gerações”. Pelé disse que seu objetivo é continuar a motivar e inspirar as pessoas e ao mesmo tempo fazer contribuições positivas para o mundo por meio de várias causas sociais.

Os direitos de imagem de Pelé estavam nas mãos da empresa brasileira Prime Licenciamentos, de Marco Parizotto, diretor da construtora Inpar. Pelo contrato com o rei, a marca ficaria com a Prime até 2025. Nos últimos meses, porém, o empresário inglês Paul Kemsley, dono de alguns times de futebol, como o Tottenham e o New York Cosmos (que tem o rei do futebol como presidente honorário), negociou a compra da Prime e dos direitos globais de marketing sobre a marca Pelé. Kemsley controla a Legends 10. Estimativas feitas em 2010 davam conta que o valor da marca superava os 600 milhões de reais. Atualmente, ele não entra em uma campanha publicitária no Brasil por menos de 2 milhões de reais — se for no exterior, o número dobra.

Pelé passou a semana no Gabão, na Àfrica, onde acontece a Copa Africana de Nações. Quarta-feira, ele esteve presente na partida em que a Costa do Marfim eliminou Mali pela semifinal da Copa e foi ovacionado pela torcida. Na quinta-feira, o craque foi homenageado com a inauguração de uma estátua em Libreville, capital do Gabão. O presidente do país, Omar Bongo Ondimba, compareceu ao evento para reverenciar Pelé. Em 1967, quando excursionava com o Santos pela África, o rei parou uma guerra no Gabão. Todos queriam vê-lo em campo.

“O momento dessa consolidação de direitos sobre a marca é muito importante”, diz o porta-voz da Legends 10, Terry Byrne. “Nos próximos quatro anos, três dos maiores eventos esportivos do mundo – a Copa da Confederações da FIFA, a Copa do Mundo 2014 e os Olímpicos de Verão 2016 – serão realizados no Brasil, o país natal de Pelé (onde ele também foi declarado patrimônio nacional). O interesse em trabalhar e associar-se com a grande estrela do esporte do Brasil e embaixador Copa estará obviamente em alta durante este período e nós estamos vibrando por a Legends 10 ter sido escolhida para conduzir estes esforços”. Segundo Byrne, a Legends 10 centralizará e maximizará as oportunidades que existem para Pelé – arranjando clientes e patrocinadores com sinergia total de marca, serviço de primeira classe e execução inovadora.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.