Dirigentes de marketing e comunicação ganham mais espaço no CENP

Líderes de marketing e comunicação da Santander, GM, Via Varejo, Burger King e Unimed-RJ são os novos membros do Conselho Superior do CENP. Essa e outras mudanças importantes nos estatutos abrem uma série de modernizações dentro da entidade, com liderança das entidades mantenedoras.

Reunidas em assembleia, as entidades nacionais mantenedoras do CENP (ABAP, ABERT, ABMN, ABOOH, ABTA, ANER, ANJ, CENTRAL DE OUTDOOR, FENAPEX e FENAPRO) aprovaram por unanimidade ajustes nos estatutos que ampliam a participação de dirigentes de marketing e comunicação, bem como representantes diretos de anunciantes nos conselhos Superior e de Ética. 

É nesses dois conselhos, os mais importantes do CENP, que são tratados alguns dos temas mais relevantes e decisivos para o mercado publicitário. Por isso, as entidades de agências e veículos que compõem o CENP consideram fundamental contar com a participação de nomes de referência do setor marketing e que sejam também dirigentes de importantes empresas e setores anunciantes. Na assembleia, foi ressaltado que os profissionais de marketing, ao lado de profissionais de veículos e de agências, constroem as bases reais do mercado publicitário no dia a dia.

Os profissionais de marketing e comunicação serão indicados ao CENP pela Associação Brasileira de Marketing e Negócios (ABMN), entidade que reúne e representa empresas anunciantes em seu quadro, ou por representação direta, em indicações das entidades mantenedoras, com aprovação do Conselho Superior. No total, serão oito posições efetivas de líderes e dirigentes de marketing com assento nos principais conselhos do CENP.

A ABMN já ofereceu três indicações para o Conselho Superior e mais dois nomes foram indicados pelas entidades mantenedoras:

- Igor Puga, Diretor de Marketing e Marca do Santander,  

- Hermann Mahnke, Diretor Executivo de Marketing para a América do Sul da GM, 

- Ilca Sierra, Diretora de Marketing Multicanal e Marca da Via Varejo,

- Ariel Grunkraut, Vice-Presidente de Vendas, Marketing e Tecnologia do Burger King,

- Mauro Madruga, Superintendente de Mercado e Operações na Unimed-Rio. 

Esses nomes de referência no mercado, além de outros que estão em processo de confirmação, terão participação ativa nas discussões e decisões sobre as melhores práticas ético-comerciais do mercado publicitário brasileiro no ambiente autorregulado e as eventuais atualizações e modernizações que o modelo brasileiro venha a comtemplar.

Além da mudança na composição dos conselhos, neste contexto, uma consultoria está mapeando os anseios de anunciantes, veículos/plataformas e agências para ajudar a dinamizar e estabelecer um desenho moderno para o CENP, ainda mais renovado e conectado com as modificações de mercado.

“O compromisso de todos os que se reúnem no CENP ao longo de seus 22 anos é com o mercado brasileiro de marketing e publicidade. É neste fórum que temos conseguido, com muito empenho, empatia e respeito aos anseios de cada setor, gerir a autorregulação e evoluir o modelo de negócios", afirma Caio Barsotti, presidente do CENP. "Nosso objetivo permanente é promover o aprimoramento constante da qualidade dos serviços do mercado publicitário, a saúde financeira de todos os diferentes players e, neste sentido, propiciar condições para a livre concorrência, para sempre evitar o abuso do poder econômico.” 

Sobre o CENP

O Conselho Executivo das Normas-Padrão é uma entidade de ética comercial com atuação nacional, criada e mantida exclusivamente pelo setor privado para propor boas práticas comerciais entre anunciantes, agências de publicidade e veículos de comunicação.

Baseia-se nas Normas-Padrão da Atividade Publicitária, documento orientador de melhores práticas, atuando de forma permanente nas seguintes áreas:

- certifica a qualidade técnica da agência de publicidade, assegurando que ela tenha estrutura física e de pessoal compatível com o mercado no qual atua, inclusive quanto ao uso competente de pesquisas de mídia;

- mantém depósito, para comprovação pública, das listas de preços dos veículos de comunicação, instrumento inibidor de práticas desleais na oferta de preços pelos serviços de veiculação da publicidade;

- credencia os serviços de informações de mídia oferecidos pelas empresas especializadas e credencia, também, institutos/empresas para atuarem na verificação de circulação dos veículos de comunicação impressos;

- atua como fórum permanente de discussão técnico-comercial da área publicitária. Não é ente público, mas tem as normas e a certificação reconhecidas pela legislação federal como instrumento para entes públicos que utilizam a publicidade para o exercício da comunicação;

- é responsável pelo CENP-Meios, que mensura o investimento em mídia via agências de publicidade.

Para mais informações sobre o CENP e a Certificação de Qualificação Técnica, visite https://cenp.com.br/

Sobre a ABMN

A ABMN, Associação Brasileira de Marketing e Negócios foi fundada há mais de 40 anos, atuando como mediadora e incentivadora dos novos conceitos e práticas do Marketing & Negócios e contribuindo para o desenvolvimento empresarial no Brasil. 

Os esforços da entidade são concentrados em dois vetores:

- aos atuantes profissionais, nos seus vários níveis de decisão e;

- na academia, contribuindo para a formação dos profissionais.

Os esforços da ABMN têm sido dirigidos por meio de projetos e ações na busca incessante de identificar, manter e disseminar informações, casos de sucesso e temas de relevância que permitam aos seus associados e ao mercado refletir e evoluir, em um ambiente favorável para troca de experiências e conhecimentos de novas ideias.

Para mais informações sobre a ABMN, visite https://abmn.com.br/

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.