Comercial de rímel é banido por "exagerar cílios"

Comercial com Cara Delevingne saiu do ar após reclamações de que efeitos mostrados não correspondiam à realidade

São Paulo - Cílios grandes demais? Não no Reino Unido.

Um comercial da marca Rimmel, divulgando seu novo rímel para os cílios, foi banido no país.

A campanha, de outubro de 2016, contava com a modelo e atriz Cara Delevingne.

Nessa semana, a ASA (Advertising Standards Authority), órgão que regulamenta a publicidade no Reino Unido, julgou a campanha a partir das diversas reclamações feitas nos últimos meses.

Segundo a ASA, o comercial exagera o efeito do produto no vídeo, podendo, assim, iludir o consumidor. Na vida real, o efeito nos olhos seria menor.

Cara Delevingne não foi escolhida à toa. Boa parte de seu poder magnético como modelo reside em seus olhos, cílios e sobrancelhas. 

A marca acatou a decisão da ASA.

Assista:

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.