Apple e Beatles fecham acordo sobre uso da marca

Logomarca com a maçã era disputada pela fabricante de computadores e pela gravadora da banda de Liverpool

A Apple Inc, fabricante de computadores, e a gravadora Apple Corps, que representa os interesses dos Beatles, fecharam um acordo sobre o uso da logomarca com a famosa maçã, que era disputada por ambas. Pelo acordo, a Apple Inc. será proprietária de todas as logomarcas relacionadas, e licenciará o uso de algumas para a gravadora. Os processos judiciais que as companhias movem contra si serão retirados.

Esta é a segunda vez que as duas empresas se batem pela logomarca com a maçã. Em 1991, após um processo de 100 dias, ambas assinaram um acordo que estabelecia que a Apple Inc. poderia usar a marca no mercado de fabricação e venda de computadores e softwares. Já a Apple Corps poderia ostentá-la no mercado de música.

Os problemas recomeçaram em 2003, quando a Apple negociava com os grandes selos a venda de suas canções pelo iTunes, sua loja virtual de músicas. A Apple Corps, que pertence aos ex-beatles e à Yoko Ono, foi convidada a liberar as canções da banda para o serviço online. A gravadora não apenas negou o convite, mas também iniciou um novo processo contra a companhia de Steve Jobs. A ação alegava quebra de contrato, já que a Apple teria entrado no mercado de música, onde o uso da logomarca com a maçã pertencia à gravadora. Em maio do ano passado, uma corte britânica negou o pedido da banda de que o logotipo fosse retirado do iTunes.

Segundo o americano The Wall Street Journal, o acordo remove uma das maiores barreiras para que as canções dos Beatles sejam comercializadas no iTunes. Não está claro, porém, se o documento envolve também essa questão.

A Apple ainda enfrenta um outro processo – o da Cisco, que acionou judicialmente a empresa pelo uso do nome iPhone. A propriedade da marca é da Cisco, mas foi aproveitada por Jobs para batizar seu mais recente produto: um misto de telefone celular e tocador de música. A Cisco exige que a marca não seja usada pela Apple até que um acordo seja selado.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.