20 sites possuem 62% da verba publicitária do governo na web

A web recebeu dos cofres públicos um montante de R$ 95.6 milhões

São Paulo - O popular blog Viomundo entrevistou a ministra da Comunicação Social, Helena Chagas, para falar sobre a distribuição de verbas publicitárias por parte do governo.

Além de conversar com a ministra, a jornalista Conceição Lemes teve também acesso a alguns dados relacionados ao investimento publico em mídia no ano de 2012.

Entre as informações mais reveladoras, está o volume de investimentos com a internet, distribuído entre sites e blogs. A web recebeu dos cofres públicos um montante de R$ 95.6 milhões.

Cabe notar que, mesmo sendo o meio que mais cresce, esse valor investido representa apenas 5,32% dos gastos totais do governo com publicidade. A TV, como de costume, é o meio que concentra maior volume de investimentos (62,63%).

A ministra adotou na entrevista um discurso de “descentralização das verbas”, mas apenas os 20 endereços virtuais, entre sites e blogs, que mais receberam dinheiro público, concentram 69,32% das verbas destinadas para a publicidade.

O principal destino virtual dos recursos do governo foi o portal Terra, com R$ 9,8 milhões em 2012, seguido de UOL com R$ 9,7, MSN com R$ 9 milhões, IG com R$ 5,7 milhões e Yahoo com R$ 4,9 milhões.

Embora o MiniCom fale em adotar a audiência como "o principal critério norteador" para a distribuição dos recursos, a Folha, com números do Ibope, fez um comparativo do valor que os 20 sites recebem e a audiência que cada um deles de fato possui.

Com informações do Viomundo e Folha.com.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.