Site da Anbima mostra se banco ou corretora é confiável

Banco de dados gratuito mostra histórico de atuação de mais de mil empresas de investimento
Ferramenta ajuda no combate a fraudes financeiras (imtmphoto/Thinkstock)
Ferramenta ajuda no combate a fraudes financeiras (imtmphoto/Thinkstock)
Por RedaçãoPublicado em 04/10/2021 18:26 | Última atualização em 04/10/2021 18:34Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Já está disponível para os investidores um banco de dados gratuito que revela o histórico de atuação de mais de 1.000 empresas de investimento. A ferramenta desenvolvida pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) identifica instituições financeiras comprometidas com a ética e a segurança dos investidores.

A ferramenta pode ser aliada no combate às fraudes financeiras ao auxiliar os investidores sobre onde colocar seu dinheiro.

No banco de dados é possível consultar também o histórico de penalidades, termos de compromisso, Procedimentos para Apuração de Irregularidades (PAIs) e processos relacionados às instituições que seguem voluntariamente os códigos de melhores práticas da associação.

Funcionalidade

Atualmente, 1.130 instituições financeiras seguem os códigos de melhores práticas da Anbima e, entre elas, 284 são associadas. São bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras supervisionadas que estão suscetíveis a punições caso descumpram as regras de conduta expressas pelos códigos de adesão voluntária.

Cada empresa possui um perfil na plataforma, onde são exibidos seus dados cadastrais, quais códigos segue, seus representantes nos diversos organismos da Anbima e o número de profissionais certificados que integram o quadro de funcionários.

Ao todo, mais de 157.000 profissionais certificados pela associação estão vinculados às instituições cadastradas e são agrupados por tipo de certificação (CPA-10, CPA-20, CEA e CGA).

O Cadastro Anbima de Empresas e Profissionais de Investimento pode ser acessado pelo site da associação.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso