Acompanhe:

IPO da Caixa Seguridade pode movimentar R$ 6,5 bilhões

A operação envolve oferta inicial de 450 milhões de ações ordinárias detidas pela Caixa Econômica

Caixa Seguridade: o prazo para encerramento do período de reserva para pessoas vinculadas é 15 de abril (Pilar Olivares/Reuters)

Caixa Seguridade: o prazo para encerramento do período de reserva para pessoas vinculadas é 15 de abril (Pilar Olivares/Reuters)

D
Da Redação, com Reuters

6 de abril de 2021, 13h49

A oferta inicial de ações da Caixa Seguridade, braço de seguros e previdência da Caixa Econômica Federal, pode movimentar até 6,5 bilhões de reais, segundo documento publicado nesta terça-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O cálculo considera o topo da faixa de preço estimado para a oferta, com cada ação ordinária sendo vendida na faixa entre 9,33 reais e 12,67 reais por ação.

A operação envolve oferta inicial de 450 milhões de ações ordinárias detidas pela Caixa Econômica. Dependendo da demanda, o número de papeis pode subir para 517,5 milhões.

O prazo para encerramento do período de reserva para pessoas vinculadas é 15 de abril, com o encerramento da oferta no dia 26. O IPO será precificado em 27 de abril e a Caixa Seguridade será listada sob o código "CXSE3". O início das negociações do papel está previsto para 29 de abril.

A oferta será coordenada por Morgan Stanley, Caixa Econômica, Bank of America, Credit Suisse, Itaú Unibanco e UBS-BB.