Ibovespa fecha em queda na contramão de NY; Getnet dispara 23%

Índices de Wall Street avançaram com dados positivos para a economia americana; dólar cai para R$ 5,67
Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Germano Lüders/Exame)
Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/EXAME (Germano Lüders/Exame)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 22/12/2021 às 10:25.

Última atualização em 22/12/2021 às 20:26.

No penúltimo pregão antes do Natal, o Ibovespa caiu 0,24%, aos 105.243 pontos. Na pontuação mínima, o principal índice da B3 caiu abaixo da marca dos 105.000 pontos, mas reduziu as perdas nesta quarta-feira, 22, com a força das bolsas de Wall Street, que subiram dando continuidade ao pregão de alívio na véspera. O dólar recuou 1,24%, para 5,668 reais.

Vale lembrar que o volume de negociações foi menor devido à proximidade com o feriado. Na sexta-feira, véspera de Natal, a bolsa fica fechada para negociações.

No fechamento:

  • Ibovespa: - 0,24%, aos 105.243 pontos;
  • Dólar comercial: - 1,24%, a 5,668 reais; 
  • Dow Jones (EUA): + 0,74%;
  • S&P 500 (EUA): + 1,02%;
  • Nasdaq (EUA): + 1,18%;
  • Stoxx 600 (Europa): + 0,92%.

Empresas e instituições financeiras bilionárias estão em busca de profissionais de ESG. Saiba como entrar neste mercado na série Jornada Executivo de Impacto, inscreva-se aqui.

Os principais índices de NY ganharam impulso no início da tarde após dados americanos do setor imobiliário e de confiança do consumidor indicarem resiliência da economia. As vendas de imóveis aumentaram em novembro pelo terceiro mês consecutivo, enquanto a confiança do consumidor subiu em dezembro mais do que o esperado, sugerindo que a economia continuará a se expandir em 2022, apesar das preocupações com a Ômicron. 

A leitura final dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) mostrou um crescimento de 2,3% na taxa anualizada, contra 2,1% projetado pelo mercado. 

Por aqui, o Ibovespa seguiu em baixa com investidores repercutindo a aprovação do Orçamento de 2022 na Câmara e no Senado. O texto, que agora segue para sanção presidencial, destina 4,93 bilhões de reais para o fundo eleitoral para as eleições de 2022 – serão 2,83 bilhões de reais a mais do que os 2,1 bilhões de reais estimados na proposta enviada pelo Executivo em agosto.

O texto também incluiu a previsão de 1,7 bilhão de reais para aumento dos salários de policiais federais. A manobra atende a um pedido do presidente Jair Bolsonaro e causa preocupações com a disponibilidade do governo em aumentar gastos às vésperas da eleição presidencial de 2022.  

Destaques de ações

Os papéis da Getnet (GETT11), credenciadora controlada pelo Santander (SANB11), lideraram as altas do dia disparando mais de 23%. A empresa anunciou o pagamento de 298 milhões de reais em juros sobre capital próprio. O valor será pago no dia 20 de dezembro e representa um pagamento de 0,32 reais por unit.

As ações também reagem à notícia de que o Banco Central do Brasil freou a imposição de regulamentações mais rígidas para a indústria de fintechs, segundo fontes ouvidas pela Reuters. A medida impactou também outros papéis do mercado financeiro digital, como Banco Pan (BPAN4) e Méliuz (CASH3).

Outro destaque de alta no dia ficou com os papéis das Alpargatas (ALPA4). A dona da Havaianas se recupera do tombo de ontem, quando recuou mais de 4% com investidores repercutindo o anúncio da compra de participação na americana Rothy's. O negócio foi considerado caro, mas analistas seguem recomendando a compra dos papéis.

  • Getnet (GETT11): + 23,40%;
  • Banco Pan (BPAN4): + 8,03%;
  • Méliuz (CASH3): + 6,77%;
  • Alpargatas (ALPA4): + 1,62%.

Fora do Ibovespa, as ações da Alliar (AALR3) caíram mais de 20% nesta quarta. A rede de laboratórios informou na noite de ontem que seus controladores fecharam o contrato para a venda da empresa ao fundo de investimento Fonte de Saúde, da gestora MAM, do empresário Nelson Tanure. Como se trata de uma aquisição de controle, a gestora do empresário teria que estender a oferta aos minoritários, mas uma cláusula no acordo pode deixar os demais acionistas de fora da oferta.

Entre as ações do Ibovespa, outros papéis do setor de saúde também recuaram, com destaque para Qualicorp (QUAL3), Hapvida (HAPV3) e Rede D’or (RDOR3). A Hapvida informou o mercado que o índice de sinistralidade no quarto trimestre pode sofrer impacto de aumento significativo de atendimento a pacientes com "sintomas típicos de viroses" nas últimas semanas. 

  • Alliar (AALR3): - 20,35%;
  • Rede D’or (RDOR3): - 5,67%;
  • Hapvida (HAPV3): - 3,24%;
  • NotreDame Intermédica (GNDI3): - 2,53%;
  • Qualicorp (QUAL3): - 2,47%.