Este setor imobiliário pode resistir à alta de juros, diz BTG Pactual

Analista vê oportunidade de curto a médio prazo em ações de shoppings centers voltados para o público de alta renda
Assista ao programa Abertura de Mercado, da EXAME Invest: saiba o que vai ser notícia no dia segundo a visão dos analistas e economistas do BTG Pactual e da Necton Investimentos (EXAME Invest/Reprodução)
Assista ao programa Abertura de Mercado, da EXAME Invest: saiba o que vai ser notícia no dia segundo a visão dos analistas e economistas do BTG Pactual e da Necton Investimentos (EXAME Invest/Reprodução)
Por Da RedaçãoPublicado em 17/03/2022 09:40 | Última atualização em 17/03/2022 12:02Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A elevação da taxa Selic de 10,75% para 11,75% ao ano, anunciada na noite de quarta-feira, 16, pelo Comitê de Política Monetária (Copom) deve penalizar ainda mais a economia brasileira em razão da tentativa de controle da inflação.

Empresas que dependem do ciclo da atividade local tendem a ser as mais prejudicadas no curto prazo, como o mercado imobiliário. Apesar dos efeitos colaterais sobre o setor, um dos mais influenciados pela dinâmica da taxa de juros, analistas do BTG Pactual (BPAC11) acreditam que shoppings voltados para o público de alta renda possam resistir mais aos efeitos do severo aperto monetário.

"Preferimos exposição ao varejo e a shoppings via ações da Multiplan (MULT3) e do Iguatemi (IGTI11), considerando o cenário mais desafiador e a resiliências do consumidor de renda mais alta", disse Marcel Zambello, analista do BTG Pactual, no programa Abertura de Mercado desta quinta-feira, 17 de março.

A recomendação, segundo o analista, também leva em consideração o valuation mais descontado em relação à média histórica. "Os shoppings estão bem atraentes. Uma posição pequena na carteira pode ser interessante pensando na relação risco/retorno e nos retornos de curto e médio prazo."

Assista ao programa, que é transmitido ao vivo de segunda a sexta, às 8h, no perfil da EXAME Invest no YouTube e no Instagram.

Se você ainda não conhece o programa, inscreva-se no canal da EXAME Invest para ficar sabendo da visão dos analistas de mercado e dos economistas.