Embraer (EMBR3) entrega radares ao Exército brasileiro

Além da entrega atual, a Embraer também confirmou a realização de um contrato em abril que prevê a entrega de quatro radares adicionais e de mesmo modelo
Embraer (EMBR3): companhia registrou prejuízo líquido de R$ 428 milhões no 2T22 (Aly Song/Reuters)
Embraer (EMBR3): companhia registrou prejuízo líquido de R$ 428 milhões no 2T22 (Aly Song/Reuters)
Roberto Bodetti
Roberto Bodetti

Publicado em 28/09/2022 às 17:10.

Última atualização em 28/09/2022 às 17:23.

A Embraer (EMBR3) comunicou nesta quarta-feira, 28, a entrega das duas primeiras unidades do radar SABER M60 de versão 2.0, ao Exército brasileiro. Os equipamentos serão utilizados na unidade de artilharia antiaérea do Exército. 

Além da entrega atual, a Embraer também confirmou a realização de um contrato em abril que prevê a entrega de quatro radares adicionais e de mesmo modelo. A aquisição dos modelos Saber M60 pelo Exército brasileiro está prevista em seu planejamento estratégico dos anos de 2022 e 2023 e ajuda a aprimorar a capacidade operacional da Força Terrestre do exército.

Sobre o Saber M60 da Embraer (EMBR3)

O Saber M60 é um radar de artilharia antiaérea de baixa altura que foi desenvolvido por uma parceira entre a Embraer e o Exército brasileiro. O equipamento conta com 100% de recursos brasileiros em sua produção. A versão 2.0 do radar, que foi entregue ao Exército nesta quarta, é o resultado da conclusão de uma atualização em sua tecnologia que foi realizada no ano de 2019.

O radar de busca funciona um sistema de defesa antiaérea de baixa altura e que visa a proteção de pontos estratégicos e sensíveis como instalações do governo e infraestruturas estratégicas.

O dispositivo conta com tecnologia 3D, alcance de 60 quilômetros e até 16.4 mil pés de altura, o que da uma autonomia de rastreio de até 60 alvos ao mesmo tempo, além de contar com a detecção e classificação automática de alvos. É um radar tático que conta com montagem rápida e transporte facilitado, seu tempo de desdobramento é de até 15 minutos.

O radar da Embraer também conta com tecnologia de baixa probabilidade de interceptação (LPI, na sigla em inglês), o que o permite identificar alvos sem ser identificado.

Por fim, o Saber M60 possui a capacidade de integração com os sistemas de armas baseadas em mísseis ou canhões antiaéreos, além de estar pronto para ser integrado à sistemas de defesa como o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Sisdabra).

VEJA MAIS: