Acompanhe:

Risco de governo Lula para perfil de crédito é inexistente, diz diretor da Fitch

Carvalho afirmou que os maiores riscos para os balanços das empresas são a inflação e o câmbio

Modo escuro

Continua após a publicidade
No câmbio, a Fitch espera que a volatilidade vista atualmente se mantenha (EVARISTO SA/AFP)

No câmbio, a Fitch espera que a volatilidade vista atualmente se mantenha (EVARISTO SA/AFP)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 28 de setembro de 2022 às, 14h59.

O diretor de Ratings Corporativos da Fitch, Ricardo Carvalho, disse nesta quarta-feira, 28, que o risco de um eventual novo mandato do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o perfil de crédito de empresas do País é "inexistente". Ainda de acordo com ele, os grandes riscos para as companhias são em variáveis como câmbio e inflação.

"Se o governo (novo) for Bolsonaro, é mais do mesmo. Se for Lula o risco é saber se será o do primeiro (2003), segundo (2007) ou terceiro", disse ele, em evento promovido pela Fitch em São Paulo. "Ainda assim, o risco está longe do que vimos em 2003."

Carvalho afirmou que os maiores riscos para os balanços das empresas são a inflação e o câmbio. "Estamos vendo um período longo de inflação, com muita dificuldade no repasse de custos das companhias", disse ele.

No câmbio, a Fitch espera que a volatilidade vista atualmente se mantenha. De acordo com o diretor, dois fatores explicam e devem continuar explicando esse movimento: as expectativas para as contas públicas brasileiras nos próximos anos e também a alta dos juros mundo afora.

LEIA TAMBÉM:

Fitch revisa positivamente nota da Petrobras (PETR3), que passa para estável

Fitch eleva ratings da holding Simpar (SIMH3) e de suas controladas JSL, Movida e Vamos

Últimas Notícias

Ver mais
Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC
seloMercados

Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC

Há 9 horas

Quem foi Charlie Munger, homenageado em carta anual de Warren Buffett
seloMercados

Quem foi Charlie Munger, homenageado em carta anual de Warren Buffett

Há um dia

Os "negócios maravilhosos" para investir, segundo Warren Buffett
seloMercados

Os "negócios maravilhosos" para investir, segundo Warren Buffett

Há um dia

Petrobras: produção de Mero vai chegar a quase 600 mil barris diários de produção
seloMercados

Petrobras: produção de Mero vai chegar a quase 600 mil barris diários de produção

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais