Como montar uma carteira diversificada com R$ 5 mil

Segundo especialistas, momento de vida, objetivos e tempo necessário para reaver o dinheiro são os principais pontos que devem ser levados em consideração
 (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
(Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)
L
Leonardo Carmo

Publicado em 08/11/2022 às 09:00.

Última atualização em 09/11/2022 às 12:35.

Sabe aquela velha história do “nunca coloque todos os seus ovos em uma única cesta”? Apesar de antiga, ela é extremamente verdadeira e também vale para os investimentos. Para garantir a segurança e o equilíbrio dos aportes, criar um portfólio diversificado é apontado como uma estratégia crucial pelos especialistas e, de acordo com uma pesquisa realizada pela ANBIMA, muitos brasileiros já estão começando a entender isso. 

Segundo a última edição do Raio X do investidor, 12% da população já aplica dinheiro em produtos financeiros que não a poupança, como fundos de investimento, títulos públicos e privados, moedas digitais e ações na bolsa. Isso representa que o antigo medo da renda variável, por exemplo, está morrendo. Ainda assim, de acordo com o estudo, questões como segurança e retorno não deixaram de ser valorizadas

Na hora de escolher os ativos que irão compor suas carteiras, o principal motivo citado pelos brasileiros é a segurança (35%) e o segundo critério mais levado em conta é o retorno financeiro possível de se obter com a aplicação (17%). Por isso, muitas pessoas estão atrás de uma carteira diversificada, afinal, mesmo que um ativo do portfólio caia muito, a distribuição dos investimentos em diferentes lugares causa um equilíbrio.

Também é do time que curte segurança com bom retorno? Clique aqui e crie uma conta no maior banco de investimentos da América Latina sem pagar nada por isso

De acordo com o assessor de investimentos do BTG Pactual, Rian Lima, na hora de criar uma carteira de investimentos, “o principal ponto levado em consideração é a diluição de riscos e aumento de ganho”. Desse modo, quem utiliza essa estratégia aumenta os rendimentos ao mesmo tempo em que garante proteção. Basicamente, o melhor dos dois mundos.

Se você também faz parte do time que deseja lucrar com segurança, abaixo segue as melhores opções de ativos para ter na carteira no momento.

Renda fixa

Dependendo do perfil de investidor, a renda fixa pode ser mais ou menos atrativa, mas uma coisa é certa: todo mundo deveria ter pelo menos uma parte de seus investimentos nela. Por ser uma categoria que oferece mais previsibilidade e segurança, ela é ideal na hora de montar uma carteira diversificada, pois é justamente por causa de seus benefícios que o investidor pode arriscar em outras modalidades. 

Para aproveitar a alta dos juros e ainda formar uma reserva de emergência ou oportunidade, a especialista do BTG Pactual, Isabela Simões, recomenda que boa parte do dinheiro seja destinada para produtos financeiros de renda fixa com baixo risco, liquidez diária e rendimentos atrelados a algum índice. 

Uma boa opção nesse sentido é o CDB Plus do BTG Pactual, que, além de ter todas essas características, ainda oferece o atendimento personalizado de um assessor de investimentos e diversas funcionalidades para ajudar o cliente em seu app

Na parcela de ativos prefixados, a profissional do maior banco de investimentos da América Latina, Isabela Simões, recomenda uma aplicação menor em Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). Por se tratar de um ativo isento de imposto de renda e que, assim como o CDB, é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), ele representa um montante importante, mas inferior nos investimentos.

Por fim, para completar a parte que deve ser aplicada em renda fixa, Simões indica o aporte em Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA), que, assim como a LCA, funciona como uma forma de investir em um dos setores que mais impactam a economia e receber uma remuneração por isso. 

No entanto, por não ser assegurado pelo FGC, os riscos são mais altos e os pagamentos para compensar isso também.

Para um perfil moderado, que aceita riscos, mas não deixa de lado a segurança, esses investimentos poderiam representar algo como:

  • 41%, ou R$ 2.050, em CDB;
  • 3%, ou R$ 150, em LCA;
  • 16%, ou R$ 800, em CRA.

Para conhecer mais sobre essa e outras opções de investimentos, clique aqui e comece a diversificar sua carteira desde já

Fundos de investimentos imobiliários

Através dos fundos de investimentos imobiliários (FIIs) é possível aplicar em empreendimentos como shoppings, prédios comerciais, hospitais ou ativos de papéis, como a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e receber um rendimento mensal por isso. Na prática, é como se o investidor se tornasse “dono” e recebesse um aluguel por esses ativos sem ter qualquer preocupação ou responsabilidade.

A vantagem é que esse tipo de aporte também é isento de imposto de renda e oferece uma facilidade muito grande de aplicação. Então, com R$ 10, R$ 100, por exemplo, já é possível comprar uma cota e ter um profissional especializado trabalhando para alocar o dinheiro de todas as pessoas que estão investindo em um fundo (cotistas) nas melhores alternativas do mercado.

Segundo o assessor do BTG Pactual, Rian Lima, um dos principais erros na hora de montar um portfólio diversificado é “pulverizar muito a carteira em títulos com estratégias extremamente semelhantes, tornando a diversificação ineficiente”. Por isso, mesmo em uma mesma classe de ativos como os FIIs, é importante fazer diferentes alocações.

Nesse sentido, a especialista em finanças, Isabela Simões, sugere dar uma olhada em ativos de recebíveis, lajes corporativas e galpões logísticos.

Dado o perfil moderado e considerando o valor total de R$ 5.000, uma boa solução seria dividir 28%, ou R$ 1.400, entre esses títulos.

Também quer ter insights personalizados de um assessor de investimentos? Clique aqui e crie uma conta de forma gratuita agora mesmo 

Fundos de ações

Apesar da modalidade de investimento conhecida como day trade (quando compra-se e vende-se uma mesma ação no mesmo dia) ter ganhado fama nos últimos anos, a realidade é que essa não é a única forma de aplicar em renda variável. Na contramão da alta volatilidade desse modo, existem profissionais chamados gestores de fundos, que trabalham para aumentar o patrimônio do cliente, aplicando o dinheiro de forma consistente e garantindo que o investidor não precise acompanhar diariamente gráficos e números complicados. 

Para isso, esses profissionais e seus times fazem alocações em fundos de investimentos de ações. Em resumo, funciona como uma espécie de “condomínio de investidores”, reunindo os recursos de diversas pessoas para que sejam aplicados em conjunto no mercado financeiro e de capitais. No fim, os ganhos obtidos são divididos entre todos os contribuintes do fundo. 

Para o montante de R$ 5.000 e o perfil moderado, um investimento de 12%, ou R$ 600, seria um número interessante.

Para começar a investir sem ter que acompanhar gráficos complexos e ter o seu dinheiro trabalhando para você, basta clicar aqui

E por onde montar essa carteira diversificada?

Quando trata-se de dinheiro, é sempre bom tomar muito cuidado com as instituições financeiras pelas quais os recursos vão ser aplicados. Conhecer a reputação da empresa através dos depoimentos dos clientes, por exemplo, é imprescindível. No entanto, quando o assunto é investimentos no Brasil, a escolha é fácil. Ao pesquisar “maior banco de investimentos da América Latina” no Google, ele vai apontar o BTG Pactual nos resultados. 

E não à toa. Além de fornecer a consultoria de um assessor gratuitamente, de forma que o cliente possa entrar em contato por diversos canais para tirar dúvidas e solicitar sugestões, o banco ainda conta com opções de investimentos para todos os perfis de investidores. Para quem está na dúvida de qual é o seu tipo, o app oferece um teste rápido e preciso.

Por isso, além de conseguir montar uma carteira diversificada em um único lugar, com a segurança que só o maior banco de investimentos da América Latina pode oferecer, quem cria uma conta no BTG Pactual conta com inúmeras outras facilidades. Inclusive, desde o momento do cadastro: para criar uma conta de forma online e gratuita e começar a multiplicar o dinheiro desde já, basta clicar aqui.

QUERO INVESTIR COM O MAIOR BANCO DE INVESTIMENTOS DA AMÉRICA LATINA

Veja Também

O número de milionários no mundo vai aumentar
seloMinhas Finanças
Há um dia • 2 min de leitura

O número de milionários no mundo vai aumentar