Criador do Ethereum recebe (e joga fora) milhões em criptomoedas-meme

Criadores de criptomoedas-meme como shiba inu e várias outras adotaram a prática de enviar quantidades gigantescas de tokens para Vitalik Buterin, fundador do Ethereum. Mas ele está jogando tudo fora

Vitalik Buterin mais uma vez “jogou fora” diversas criptomoedas com temas de cachorro, as quais nunca quis ter.

Enquanto a atenção do mercado está toda no bitcoin por conta da nova máxima histórica, o cofundador do Ethereum chamou a atenção no Twitter após "jogar fora" trilhões de tokens com tema de cachorro de sua carteira digital pública, de acordo com dados do blockchain.

Os tokens são como novas versões da dogecoin, criptomoeda-meme representada por um cachorro da raça Shiba Inu e que se tornou um dos maiores ativos digitais do mundo.

Buterin enviou grande parte dos tokens para a corretora de criptomoedas descentralizada Uniswap, incluindo 300 trilhões de jejudoge, mais de 223 trilhões de kishu inu, 370 bilhões de baby shiba e quase 120 trilhões de huskytoken.

Apesar dos números impressionantes, nenhum dos montantes valia mais que 800.000 dólares no momento das transações, de acordo com o Etherscan.

Em um sistema que não necessita de permissões, todos são bem-vindos para enviar ativos para endereços publicamente conhecidos. O que a pessoa que receber esses ativos fará com eles não precisa de aprovação do remetente.

 

Após as transações, a maioria desses tokens ficou no vermelho, de acordo com o CoinMarketCap. A queda da baby shiba foi a mais significativa: o preço do token caiu mais de 70% dentro de apenas 24 horas.

Por que isso está acontecendo?

Não é novidade que, no mundo cripto, os criadores de criptomoedas-meme adoram enviar grandes quantidades dos tokens emitidos para Vitalik Buterin. A pioneira desta prática foi a shiba inu (SHIB), que se autoproclama a “assassina da dogecoin”.

O cofundador do Ethereum queimou 90% de suas unidades de SHIB e doou boa parte do que sobrou para a caridade, após o criador do projeto enviá-lo metade de todo o fornecimento da SHIB sem que Vitalik tivesse pedido.

Apesar da SHIB ter obtido altas consideráveis recentemente, a moeda tem sofrido desde então para manter seus lucros e sofreu quedas fortes. Apesar disso, de acordo com a CoinGecko, a SHIB é a 13ª maior criptomoeda do mundo em valor de mercado. Já é mais que a UNI, token nativo da Uniswap, um dos protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) mais populares no blockchain do Ethereum.

A motivação por trás do “desperdício” de Vitalik Buterin quanto as criptomoedas-meme continua desconhecida, mas o movimento não impediu que outras pessoas continuassem o enviando mais tokens com temática de cachorro.

Pelo menos mais quatro criptomoedas-meme diferentes foram enviadas para a carteira de Buterin, incluindo floki pup, saiba inu (diferente da shiba inu) e misty inu.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também