Future of Money

Criador de criptomoeda que caiu 99,9% chega a acordo com a SEC após quebra bilionária

Do Kwon ficou famoso por criar blockchain Terra e criptomoeda luna, mas ecossistema colapsou em 2022, gerando bilhões em prejuízo

Do Kwon é o criador do blockchain Terra e da criptomoeda luna (Bloomberg/Getty Images)

Do Kwon é o criador do blockchain Terra e da criptomoeda luna (Bloomberg/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 31 de maio de 2024 às 16h55.

Última atualização em 31 de maio de 2024 às 17h03.

O desenvolvedor e empresário Do Kwon e a sua startup, a Terraform Labs, chegaram a um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, para encerrar um processo aberto após o colapso do ecossistema cripto criado pela empresa. A quebra do blockchain Terra e da criptomoeda luna gerou um prejuízo bilionário para investidores, que ainda não foram ressarcidos.

As informações sobre o acordo foram divulgadas como parte do processo contra Kwon e a Terraform Labs nos Estados Unidos. O documento aponta que as partes chegaram a um "acordo em princípio", indicando que os detalhes do combinado ainda poderão ser alterados no futuro.

Em abril deste ano, o empresário e a startup chegaram a ser condenados como culpados em um caso de fraude contra os investidores das criptomoedas que faziam parte do ecossistema Terra. A sentença obrigou Kwon e a empresa a pagarem uma multa, cujo valor foi definido no acordo.

Até o momento, porém, o valor acordado ainda não foi divulgado. A sentença também proíbe Kwon e a Terraform Labs de realizarem qualquer tipo de negócio no segmento de valores mobiliários. No momento, a SEC classifica quase todas as criptomoedas como valores mobiliários, o que pode afastar Kwon do mundo cripto.

Apesar do acordo, os problemas de Kwon com as autoridades dos Estados Unidos ainda não acabaram. O desenvolvedor ainda enfrenta outro processo, aberto pelo Departamento de Justiça, em que também é acusado de fraude. Ele também enfrenta um processo na Coreia do Sul, seu país de origem.

Atualmente, Kwon está em Montenegro, aguardando uma possível deportação para os Estados Unidos ou para a Coreia do Sul. Ele foi preso em dezembro de 2023 e solto após quatro meses, acusado de ter um passaporte falso enquanto fugia das autoridades e integrava a lista de procurados da Interpol.

O colapso do ecossistema Terra/luna em maio de 2022 é um dos mais conhecidos do mercado cripto. Na época, o projeto era um dos maiores do setor, mas acabou tendo um colapso rápido após uma série de problemas com a sua criptomoeda pareada ao dólar. Com isso, a luna chegou a despencar 99%. Estima-se que os investidores do projeto tenham perdido até US$ 40 bilhões.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:SECCriptomoedasCriptoativosBlockchain

Mais de Future of Money

Bancos gastam 25 vezes mais que fintechs com segurança digital, mas perdem 5 vezes mais em fraudes

Criptomoedas não são afetadas por apagão cibernético e usuários elogiam blockchain

Criptomoedas meme e de IA lideraram mercado cripto no 2º trimestre, mostra relatório

BCE realiza primeiro teste de tokenização de títulos privados com banco

Mais na Exame