Future of Money
Acompanhe:

CEO da Binance ironiza jornalista que recomendou vender criptomoedas

Bitcoin, principal ativo do mercado cripto, já valorizou mais de 20% nos últimos dias, refletindo um período positivo para o setor

CEO da corretora de criptomoedas Binance ironizou publicação de jornalista nos EUA (Anthony Kwan/Bloomberg)

CEO da corretora de criptomoedas Binance ironizou publicação de jornalista nos EUA (Anthony Kwan/Bloomberg)

J
João Pedro Malar

16 de janeiro de 2023, 10h39

Changpeng Zhao, CEO da corretora de criptomoedas Binance, usou o Twitter nos últimos dias para comemorar a recente recuperação do setor de uma forma inusitada: ironizando um jornalista que havia, poucos dias antes, recomendado aos seus seguidores que se desfizessem de qualquer criptoativo que tivessem.

O responsável pela maior corretora de criptoativos do mundo compartilhou um post de Jim Cramer - um dos mais conhecidos jornalistas que cobrem o mercado financeiro nos Estados Unidos - que classificava o momento de mercado de baixa como uma "boa chance" para se desfazer dos ativos.

  • Sabia que você pode investir em Bitcoin, ether, Polkadot e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Cramer recomendou na última terça-feira, 9, que seus seguidores não apenas vendessem as criptomoedas que possuem, mas também as ações de empresas na China, já que segundo ele os dois tipos de ativos "não podem ser confiados".

Poucos dias depois, porém, o bitcoin e outros criptoativos iniciaram um forte movimento de recuperação apoiados no otimismo do mercado após dados confirmarem uma queda da inflação nos Estados Unidos em dezembro de 2022, favorecendo perspectivas de um fim do ciclo de alta de juros atual nos próximos meses.

Com isso, Zhao usou o Twitter para ironizar a previsão do jornalista: "Isso foi muito preciso. Cramer postou em 9 de janeiro, um dia antes do bitcoin passar de US$ 16 mil para US$ 20 mil".

O CEO da Binance aproveitou ainda para dizer que as pessoas podem "continuar com o FUD sobre criptomoedas". O termo se refere à disseminação de boatos ou informações sem embasamento que acabam disseminando medo no mercado e levam os investidores a tomar decisões impulsivas.

No dia seguinte, Zhao fez uma outra publicação comemorando a recuperação recente do bitcoin, destacando que agora a criptomoeda voltou aos preços anteriores à falência da exchange FTX. "As tecnologias descentralizadas são extremamente resilientes", afirmou.

Nesta segunda-feira, 16, o bitcoin segue em patamar pré-FTX. Por volta das 10h30, ele era cotado a US$ 20.835, de acordo com o site Coingecko. O valor representa uma alta de 0,6% nas últimas 24 horas, e de 22% em sete dias, e reflete um período positivo para o mercado de criptomoedas como um todo.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok