Future of Money

Bitcoin pode chegar a US$ 100 mil com eleições nos EUA, aponta Standard Chartered

Banco britânico acredita que possível vitória de Donald Trump na disputa com Joe Biden tende a favorecer criptomoedas

Bitcoin voltou a cair, mas analistas acreditam em novas altas (Reprodução/Reprodução)

Bitcoin voltou a cair, mas analistas acreditam em novas altas (Reprodução/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 4 de julho de 2024 às 16h04.

O banco britânico Standard Chartered divulgou um relatório nesta semana em que projeta que o bitcoin tem potencial para atingir um preço de US$ 100 mil até o fim deste ano. A projeção contrasta com o momento atual de queda do ativo, cotado abaixo de US$ 60 mil.

No relatório, analistas do banco avaliam que a criptomoeda pode ser beneficiada principalmente pelos desdobramentos das eleições presidenciais dos Estados Unidos que ocorrerão em novembro deste ano. O pleito será uma disputa entre o presidente Joe Biden e o ex-presidente Donald Trump.

Na avaliação do banco, o bitcoin pode iniciar essa nova trajetória de alta já em agosto, com chances do ativo superar o recorde de preço estabelecido em março, de US$ 73 mil. Com isso, a criptomoeda poderia continuar subindo nos próximos meses após chegar a US$ 100 mil.

Os analistas afirmam que esse cenário depende da confirmação de dois fatores. O primeiro é a manutenção de Joe Biden como candidato do Partido Democrata nas eleições, enquanto o segundo seria a vitória de Trump na eleição e seu retorno à presidência dos EUA.

O Standard Chartered pontua que Trump tem tido uma postura "positiva em relação ao bitcoin" que tem resultado em uma correlação entre o preço do ativo e as chances de vitória do ex-presidente. "A lógica é que tanto a regulação quanto a mineração poderiam ser vistas de forma mais positiva com Trump", explica.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.  

Por outro lado, o banco projeta que, caso Biden desista da eleição e seja substituído por outro candidato, as chances de vitória de Trump caíram. Nesse cenário, o bitcoin tenderia a cair e chegar a uma faixa de preço entre US$ 50 mil e US$ 55 mil.

O relatório diz ainda que, caso Biden continue na disputa, a criptomoeda é uma "oportunidade de compra fantástica" para os investidores. O Standard Chartered projeta que a definição sobre a candidatura do presidente ocorrerá até 4 de agosto, data que será relevante para o futuro do preço da criptomoeda.

No início de junho, o Standard Chartered divulgou outro relatório em que manteve sua projeção de que o bitcoin vai valer US$ 150 mil até o fim deste ano e US$ 200 mil até o fim de 2025.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBitcoinEleições EUA 2024

Mais de Future of Money

Bitcoin ou ether: o que comprar após forte queda das criptomoedas?

Empresa brasileira usa tokenização para permitir investimentos em hits do piseiro

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Mais na Exame