Future of Money
Acompanhe:

Ações de empresas ligadas a criptomoedas disparam com novas altas no setor

Corretora de criptoativos Coinbase registra alta de 69% em seus papéis na comparação com mínima atingida em 6 de janeiro

ETFs ligados a criptomoedas também tiveram recuperação em 2023 (Yuichiro Chino/Getty Images)

ETFs ligados a criptomoedas também tiveram recuperação em 2023 (Yuichiro Chino/Getty Images)

C
Cointelegraph Brasil

Publicado em 18 de janeiro de 2023, 13h45.

O preço das ações da corretora de criptomoedas Coinbase subiu 69% desde suas mínimas históricas, e outras ações relacionadas ao mundo cripto, incluindo as da empresa de inteligência de negócios MicroStrategy, registraram saltos semelhantes, apoiadas em um início positivo para o mercado em 2023.

O preço das ações da Coinbase chegou a cair para US$ 31,95 em 6 de janeiro, antes de disparar para US$ 54,14 no fechamento do pregão da última terça-feira, 17.

A valorização das ações provavelmente será acompanhada por um grande suspiro de alívio para os executivos da Coinbase depois que um 2022 desafiador obrigou a empresa a cortar 20% de sua força de trabalho e a encerrar suas operações no Japão. Apesar do aumento, a ação permanece mais de 84% abaixo de sua máxima histórica.

  • Sabia que você pode investir em Bitcoin, ether, Polkadot e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Outras ações relacionadas a criptomoedas, como a da investidora em bitcoin MicroStrategy e da empresa de pagamentos digitais Block Inc., também registraram fortes ganhos no ano novo.

O preço das ações da MicroStrategy aumentou para quase US$ 236 após um mínimo de pouco mais de US$ 135 em 29 de dezembro – representando um aumento de mais de 74%. Já a Block Inc. de Jack Dorsey viu o preço de seus papéis aumentar de forma mais discreta, de 27%. A ação da empresa do ex-CEO do Twitter se recuperou de uma mínima de menos de US$ 59 em 28 de dezembro para mais de US$ 75 atualmente.

A recuperação foi ainda mais dramática para as ações de mineradoras de criptomoedas. Os papéis da Bitfarms e da Marathon Digital Holdings registraram valorizações de 140% e 120%, respectivamente, ao longo das duas primeiras semanas do ano.

Os fundos negociados em bolsa (ETFs, na sigla em inglês) atrelados a criptoativos também se recuperaram em menor grau. O Valkyrie Bitcoin Miners ETF (WGMI) mais do que dobrou de preço, saltando de pouco mais de US$ 4 em 28 de dezembro para mais de US$ 8.

O ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO) saltou de mais de US$ 10 em 28 de dezembro para um preço atual de cerca de US$ 13 – um aumento de pouco menos de um terço. Até o Grayscale Bitcoin Trust conseguiu recuperar algumas de suas perdas acumuladas em 2022, depois que suas ações aumentaram de US$ 7,76 em 28 de dezembro para um preço atual de US$ 11,72, um aumento de 51%.

Embora o GBTC seja projetado para espelhar o preço do bitcoin, ele geralmente é negociado com desconto ou prêmio em relação ao valor de suas participações subjacentes. Agora, está com um desconto de pouco mais de 36%, depois de ter sido negociado com uma diferença de mais de 45% em 28 de dezembro.

Alguns especialistas acreditam que o bitcoin em particular disparou devido aos números positivos de inflação dos Estados Unidos divulgados em 12 de janeiro. O preço do ativo aumentou mais de 17% desde então. No entanto, é interessante notar que 28 de dezembro parece ter configurado um fundo de mercado para muitas criptomoedas e ações.

Embora o recente aumento nas ações relacionadas a criptomoedas seja um grande alívio para aqueles que investiram nelas, muitas dessas empresas têm um longo caminho a percorrer para se reaproximar de suas máximas históricas, atingidas principalmente ao longo de 2021.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok