Apresentado por UNIPAR

Unipar vai além e realiza ações com foco em responsabilidade social

Conheça alguns dos projetos culturais, esportivos, educacionais e sociais que vão receber incentivos da petroquímica e impactar cerca de 850 mil pessoas
 (Unipar/Divulgação)
(Unipar/Divulgação)
Por exame.solutionsPublicado em 25/05/2022 12:15 | Última atualização em 26/05/2022 14:53Tempo de Leitura: 7 min de leitura

Faz algum tempo que o lucro já não é mais a única medida de sucesso de uma empresa. Em um mundo onde sustentabilidade tornou-se pauta urgente, a agenda socioambiental deve estar no cerne de toda e qualquer companhia que mira ter perenidade no mercado.

“Uma empresa que tem como objetivo crescer juntamente com todo o seu ecossistema compartilha com os colaboradores o entendimento de que o benefício para o entorno das fábricas é um benefício para si próprio. Essa percepção mútua e contínua estará, indiretamente, auxiliando os resultados”, diz Mauricio Russomanno, CEO da Unipar.

Líder na produção de cloro e soda e uma das maiores na fabricação de PVC na América do Sul, a petroquímica sempre foi reconhecida por investir em projetos que promovem o desenvolvimento sociocultural do país.

Para os próximos dez anos, a empresa, que tem a sustentabilidade como um de seus pilares estratégicos, decidiu salientar ainda mais os seus trabalhos focados em investimento social privado para o desenvolvimento humano e na ampliação do acesso ao saneamento básico, priorizando as regiões onde se encontram suas unidades industriais.

Próximos passos da Unipar

Um investimento da ordem de R$ 11 milhões é esperado para os próximos dois anos ─ R$ 4 milhões a mais, quando comparado ao biênio anterior. Com isso, cerca de 850 mil pessoas deverão ser impactadas por meio de dezenas de projetos apoiados pela companhia.

“A empresa tem o objetivo de fazer a diferença no dia a dia das pessoas e ser um agente transformador da sociedade. Nesse contexto, a Unipar apoia projetos nas frentes de educação, cultura, esporte e ações sociais que tenham impacto no desenvolvimento humano, que é nossa prioridade na dimensão da sociedade e das comunidades do entorno de nossas fábricas”, explica o executivo.

Desde sua criação, a Unipar atua na valorização do patrimônio histórico, artístico, cultural e memorial do Brasil. Um exemplo são as coleções artísticas formadas pela família fundadora da Unipar, concentradas na Casa Geyer e que, posteriormente, foram doadas ao Museu Imperial de Petrópolis.

Iniciativas contempladas

Além da geração de emprego e renda, a companhia acredita que o apoio e o patrocínio a projetos com foco em arte e cultura, educação e esporte promovem o desenvolvimento humano, impactando positivamente o público beneficiado, assim como seus familiares e a sociedade em geral. Conheça os projetos sociais que recebem o apoio da Unipar, após terem passado por chamada pública.

Arte e cultura

Bienal de São Paulo

A companhia apoiará todas as atividades itinerantes do evento, que acontecem ao longo deste ano em São Paulo, Minas Gerais, Pará, Maranhão, Ceará e Distrito Federal, além do evento oficial, em setembro de 2023. Destaque para a ação “Bienal com as comunidades”, que convida grupos de diversos pontos da Grande São Paulo a participar de debates sobre arte, cultura, educação e sociedade. Também haverá iniciativas educacionais para as comunidades do entorno das fábricas da Unipar.

Mostras itinerante da 34ª Bienal de São Paulo em Campinas, no interior da cidade: evento é apoiado pela Unipar (Unipar/Divulgação)

SP-Arte

Realizado no início de abril, o maior encontro de arte do país teve como objetivo desenvolver o mercado de arte brasileiro, reunindo galerias, editoras, revistas, museus e instituições da área. Por conta do projeto, ações educativas serão desenvolvidas junto aos moradores das áreas onde a Unipar atua.

MAM Rio

Fundado em 1948, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro já abrigou exposições transformadoras, que marcaram as expressões e linguagens das artes visuais e da cultura brasileira. A companhia patrocina o local e, por esta parceria, serão realizadas ações que contemplem as comunidades onde a companhia está inserida.

Exposição O olhar germânico na gênese do Brasil

Realizada no Museu Imperial, em Petrópolis (RJ), a mostra busca despertar reflexões acerca de um importante período da história brasileira do século 19 e contará com 200 obras, entre livros, pinturas e outras referências artísticas, além do acervo da Casa Geyer, que teve sua restauração e projeto de exposição patrocinados pela Unipar.

Museu Imperial

Além da exposição mencionada acima, a petroquímica vai participar ativamente da modernização do consagrado espetáculo Som e Luz, que desde 2002 acontece no museu que é símbolo nacional do período Imperial brasileiro e patrimônio histórico do país.

Educação

Projeto Pescar

Apoiado pela companhia desde 2020, a iniciativa é voltada para a formação socioprofissionalizante de jovens de baixa renda, com idade entre 16 e 19 anos, promovendo o acesso a oportunidades de conhecimento e capacitação, na cidade de Santo André (SP). Funciona por meio de uma rede colaborativa, formada por voluntários da Unipar e das comunidades atendidas.

Projeto Pescar: iniciativa é voltada para a formação socioprofissionalizante de jovens de baixa renda (Unipar/Divulgação)

Inteli

Em parceria com o Instituto de Tecnologia e Liderança (Inteli) ─ instituição de ensino superior privada e sem fins lucrativos –, a Unipar vai patrocinar quatro moradores das regiões onde atua, oferecendo formação superior de alto nível na área de tecnologia, com ênfase em computação, negócios e liderança. Ainda no segundo semestre deste ano, a empresa oferecerá não apenas bolsas de estudo mas também todas as ferramentas necessárias para a formação dos jovens contemplados.

Cubatão Sinfonia

Realizado em parceria com a Associação de Músicos da Banda Sinfônica de Cubatão, o projeto oferece aulas de música, musicalização infantil, coral e expressão corporal/dança para as comunidades locais.

Sabores Sustentáveis da Serra

A iniciativa do Instituto Caus Ambientalis, em Rio Grande da Serra (SP), busca levar capacitação aos moradores da região sobre temas como agroecologia, manejo do solo, captação de água da chuva, entre outras técnicas que auxiliem no fomento do turismo de base comunitária e geração de renda local.

Social

Fundo do idoso e Fundo da infância e adolescência

A Unipar realizou diversos aportes para os fundos municipais de Rio Grande da Serra (SP), visando exercitar a solidariedade educativa e criando programas, projetos e ações que possibilitam o resgate da dignidade humana, a capacitação profissional e a consequente geração de emprego e renda.

Redescobrindo o Prazer de Viver

O projeto do Lar Fraterno, em Cubatão (SP), tem como missão estimular a autonomia e o bem-estar dos idosos assistidos que foram afetados pelo isolamento social decorrente da pandemia de covid-19.

Lar São José e Hospital de Amor

Focada na promoção da saúde e do bem-estar dos idosos, a Unipar financiará a reforma da área de cozinha do Lar São José, em Cerquilho (SP), que acolhe idosos da cidade e região. Também patrocinará o Projeto Amparo ao Idoso, do Hospital de Amor, em Barretos (SP), que tem como missão viabilizar o custeio do Hospital São Judas Tadeu ─ unidade de cuidados paliativos e de atenção do idoso do Hospital de Amor.

ONG Bairro da Juventude

Localizada em Criciúma (SC), dedica-se a garantir os direitos das crianças, adolescentes, jovens e suas famílias, por meio da educação e assistência social.

Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra)

Em todo o país, atende crianças e adolescentes de 6 a 14 anos, fortalecendo as relações pessoais, familiares e sociais, garantindo também condições para o acesso, permanência ou retorno à escola.

Esporte

Fazer Valer

Desenvolvido pela Associação Desportiva Hungaro, em Rio Grande da Serra (SP), o projeto promove a prática do judô entre 240 jovens, contribuindo para o desenvolvimento de suas capacidades e habilidades motoras, além de aumentar a autoestima, aprimorar as condições de saúde, diminuir a evasão escolar e a exposição a riscos sociais.

Judô Social Nery IV

Também em Rio Grande da Serra (SP), atende 130 crianças e jovens praticantes de judô, contribuindo para o seu desenvolvimento por meio dos princípios e valores da prática esportiva.

Aula de judô em Rio Grande da Serra (SP): projeto atende 130 crianças e jovens (Unipar/Divulgação)

Mempodera

Implanta e desenvolve núcleos de esporte educacional que utilizam o wrestling (luta-livre) como facilitador para o desenvolvimento de crianças e adolescentes do público feminino, lideradas pela atleta olímpica Aline Silva, na cidade de Cubatão (SP).

Bom de Bola, Bom de Escola

Ensina cidadania por meio do esporte para aproximadamente 70 crianças da Vila Natal, em Cubatão (SP).