Sinal vindo do centro da Via Láctea é descoberto por astrônomos

Astrônomos descobrem sinais vindo do Sagittarius A*, buraco negro localizado no meio da Via Láctea

Um estudo realizado por especialistas da Universidade de Keio, no Japão, aponta uma descoberta de um sinal oscilante diretamente do meio da Via Láctea, galáxia que abriga o Sistema Solar.

Utilizando o telescópio Atacama Large Milimeter Array (ALMA), posicionado no território do Chile, os cientistas envolvidos perceberam sinais vindo do Sagittarius A*. O grande buraco negro é localizado bem no centro da Via Láctea, e recebe esse nome por estar próximo da fronteira entre as constelações de Sagitário e Escorpião.

Divulgada no site Astrophysical Journal Letters, a pesquisa indica que os astrônomos relacionam o sinal pulsante com a rotação de pontos do rádio do Sagittarius A*, que também pode ser entendido como uma fonte de rádio astronômica e compacta no meio da Via Láctea.

Essa não é a primeira vez que cientistas descobrem sinais saindo diretamente do Sagittarius A*. Sinais de radiação infravermelha e radiação X já foram identificados do buraco negro – mas os cientistas perceberam que o uso do telescópio ALMA permite com que aumentem a quantidade de sinais descobertos.

Um dos autores do estudo, o cientista Yuhei Iwata, comenta em nota que foram capazes de encontrar sinais do Sagittarius A* por um período de 10 dias, e 70 minutos diários.

É importante ressaltar que, apesar da descoberta, um buraco negro é incapaz de emitir sinais sozinho. A origem dos sinais vem dos discos de gases, poeira e outras partículas que podem ser encontradas contornando a região do Sagittarius A* e outros campos de gravidade.

A variação, além de facilitar para que os cientistas possam produzir uma imagem do Sagittarius A*, também auxilia os pesquisadores a entender o funcionamento do movimento de partículas no território espacial.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.