Estudo liga coronavírus a novo problema de saúde

O vírus causador da covid-19 é mais letal para quem tem problema de coração, mas dano cardíaco pode ser risco a todos os quadros graves da doença

O novo coronavirus está ligado à possibilidade de causar dano ao coração das pessoas infectadas. De acordo com um estudo de revisão feito por pesquisadores do Centro de Ciência e Saúde da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, a covid-19 pode causar o dano mesmo em pessoas sem condição cardíaca prévia. No entanto, as pessoas que contraem a doença e tinham um problema cardíaco pré-existente têm mais risco de morrer por complicações do contágio do novo coronavírus.

Os pesquisadores afirmam que outros vírus da família coronavírus e epidemias de gripe indicam que a infecção viral pode causar problemas como síndrome coronária, arritmia e danos cardíacos. Os efeitos podem originar esses problemas de saúde ou agravá-los.

“O músculo cardíaco pode ser afetado pela doença do coronavírus. Em geral, o dano a esse músculo pode acontecer em qualquer paciente com ou sem condição cardíaca [prévia], mas o risco é maior para as pessoas que já têm algum problema de coração”, diz, em nota, Mohammad Madjid, um dos autores do estudo e professor assistente de cardiologia na Universidade do Texas.

A taxa de mortalidade de pessoas em decorrência da covid-19 é de 10,5%, de acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças da China.   

No estudo, publicado no periódico científico Jama Cardiology, os pesquisadores afirmam ainda que, em tese, o dano cardíaco está ligado a pacientes com sintomas graves da covid-19, uma vez que a infecção viral está associada à condição cardíaca.

Como o novo coronavírus é um vírus conhecido há pouco tempo pela humanidade, os pesquisadores ainda realizam uma série de análises sobre ele e as implicações do contágio ao corpo humano. Ainda são necessários mais estudos para entender corretamente como e em qual extensão o coronavírus causa dano cardíaco.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.