O novo coronavírus pode chegar à sua casa pela sola do sapato?

Medidas de higiene podem conter o coronavírus, além de outros vírus e bactérias

O novo coronavírus é contagioso. Cada pessoa pode infectar até três, segundo a Organização Mundial da Saúde. Por isso, mais de 500.000 pessoas no mundo todo já contraíram a doença causada por ele, chamada covid-19. A principal recomendação de entidades de saúde pública é lavar as mãos com frequência e usar álcool em gel quando estiver fora de casa — isso caso seja realmente necessário sair da residência. Mesmo tomando esses cuidados e higienizando tudo que trazemos da rua para dentro de casa, o vírus pode sobreviver na sola do sapato?

Como o coronavírus é novo, ainda não existem muitos estudos a respeito exclusivamente dele. No entanto, outros vírus e bactérias podem, sim, ser levados para dentro de casa por meio dos sapatos. De acordo com um estudo feito em 2008 por pesquisadores da Universidade do Arizona, a sola do sapato, que normalmente é feita de borracha, PVC ou couro, pode abrigar um grande número de bactérias. A pesquisa mostra que a sola do sapato pode ter mais de 400.000 vírus, bactérias e parasitas.

Então, é melhor tirar o sapato ao chegar em casa? A resposta é sim.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, em entrevista coletiva via internet, que a prática é recomendável não apenas por conta do risco de contágio do novo coronavírus mas também por uma questão de higiene.

Ainda assim, o Ministério da Saúde permite sair de casa para praticar exercícios físicos ao ar livre (mas não em grupo), levar o cachorro para passear e levar os filhos no parquinho, se não houver aglomeração.

Para andar de carro, o ministro recomenda andar sempre com vidros abertos, sem ar-condicionado ligado. A recomendação é similar para casas, que devem estar sempre ventiladas, com janelas abertas sempre que possível.

Entidades de saúde e uma pesquisa feita na China indicam que a febre é o sintoma mais comum nos primeiros dias de contágio do novo coronavírus.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.