Steven Spielberg estreia série sobre Marilyn Monroe

Após o tropeço do cineasta com a série "Terra Nova", cancelada após apenas 13 capítulos, Spielberg se aventura em sua primeira série musical

Londres - Depois de décadas de sucesso na tela grande, o diretor americano Steven Spielberg produziu sua primeira série musical, "Smash", cujo roteiro gira em torno dos esforços para levar aos palcos a atribulada vida de Marilyn Monroe.

Após o tropeço do cineasta com a série "Terra Nova", cancelada após apenas 13 capítulos, o americano se aventura agora com um engenhoso roteiro de Theresa Rebeck sobre como tornar realidade um musical sobre Marilyn.

"Smash" conta entre seus protagonistas com nomes como Anjelica Huston ("A Família Adams"), Debra Messing ("Will and Grace") e o britânico Jack Davenport ("Piratas do Caribe"), que interpretará o vilão da série.

A história acompanha os esforços de dois famosos compositores, Tom e Julia (Christian Borle e Debra Messing), para realizar um musical da Broadway sobre a vida de Marilyn.

A meta é encontrar a atriz ideal para o papel da diva, disputado, com estratégias nem sempre ortodoxas, por duas ambiciosas candidatas.

O atraente Davenport encarna Derek Wills, um brilhante e manipulador diretor e coreógrafo com uma escancarada falta de ética. Foi precisamente essa atitude insolente e mesquinha que atraiu o ator,segundo relatou aos jornalistas em um encontro realizado em Londres.

Com experiência no teatro, Davenport usou o personagem como exemplo para desmitificar certos aspectos "menos bonitos" de uma profissão que, segundo disse, "pode ser brutal".

"Meus pais eram atores e me desanimaram quando lhes disse que queria dedicar-me a isto. E se meu filho algum dia quiser ser ator, serei irresponsável se não tentar tirar isso de sua cabeça", admitiu.

O vilão de "Smash" acredita que a série agradará a um público variado graças "à linguagem universal da música". "O conceito de Broadway é muito universal e todos são atraídos pelo imediatismo e pela emoção de uma canção bonita. Não importa quem seja ou de onde vem", refletiu.

"Sem esquecer que Marilyn foi sem dúvida, uma das três mulheres mais famosas, ou a mais famosa, do século 20 e representa as melhores e as piores coisas que o mundo do espetáculo pode fazer as atrizes", acrescentou.

Da série também participa a cantora americana Katherine McPhee - segunda colocada na quinta temporada do programa de talentos "American Idol" - no papel de Karen, uma jovem que sonha em interpretar Marilyn.

A cantora usa uma peruca loira platinada para cantar e dançar e seu personagem desenvolve uma ambição que porá a toda prova sua relação com Dev, o namorado abnegado interpretado pelo britânico Raza Jaffrey, conhecido por seu personagem de agente Zafar Yunis na série "Spooks".

Neste processo de criação do musical monopoliza grande parte da atenção a veterana Anjelica Huston, com uma enorme experiência em sua prolífica carreira nos palcos da Broadway, em seu papel de produtora do musical.

A outra rival para representar Marilyn é a voluptuosa Megan Hilty, que empresta sua voz e seu corpo a Ivy Lynn, uma veterana atriz que há anos busca o estrelato.

"Ivy é muito imprevisível e comete muitos erros, alguns dos quais se arrepende; as pessoas podem sentir-se identificadas com ela. É profundamente vulnerável mas ao mesmo tempo é dura, e é o que a torna real, complexa", comentou a atriz.

Megan, que participou de conhecidas séries como "Bones", "CSI" e "Desperate Housewives", pensa que se Marilyn Monroe estivesse viva se sentiria orgulhosa de uma série que "celebra sua história".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também