Saiba como dar um upgrade nos jardins (dentro e fora de casa)

Tudo que você sempre quis saber para garantir a manutenção de plantas e não sabia a quem perguntar

Quase todo mundo gosta da ideia de ter um jardim dentro ou fora de casa, no quintal. Mas nem todo mundo a coloca em prática. Por quê? Porque realmente dá um trabalho danado manter uma área verde com vida. Infelizmente, não basta ter boa vontade, é preciso fornecer as condições certas para a sobrevivência das plantas.

Seu dinheiro está seguro? Aprenda a proteger seu patrimônio

Neste momento, você pode estar se perguntando onde poderia criar um jardim na sua casa. Do lado de fora do imóvel, é possível explorar toda a área livre do terreno – com exceção daquelas zonas de percursos e equipamentos, como as que envolvem garagem e piscina. O recuo de jardim, previsto na legislação de alguns municípios, como bem diz o nome, dá uma pista.

É possível fazer canteiros em toda a volta da edificação. Mas atenção para a impermeabilização, para evitar passar umidade para as fundações da casa.

Ambiente criado por Andréa Esteves

Ambiente criado por Andréa Esteves (Viva Decora/Divulgação)

Plantando arbustos e árvores em torno da casa – das espécies adequadas, claro – você garante mais sombra para as paredes e a cobertura, deixando os interiores do imóvel sempre mais frescos.

As árvores também contribuem para a renovação do ar e diminuição da temperatura geral das cidades. E as áreas permeáveis de piso levam a água da chuva até o lençol freático mais próximo, algo positivo para todos.

Dentro de casa, também é possível ter pequenos jardins montados em vários ambientes. Por exemplo, estruturas verticais em sacadas, varandas ou salas de estar; recantos da decoração preenchidos com conjuntos de vasinhos de plantas; pequenas hortas na janela da cozinha; e jardim de inverno em poço de luz ou sob escada.

Cuidados básicos com as plantas
Você sabia que não é qualquer local dentro ou fora da sua casa que serve para a montagem de jardins? Motivo: as plantas escolhidas precisam se adaptar às condições ambientes.

Por isso, antes de tudo, é preciso estudar bem as características dos espaços que você deseja decorar com paisagismo. E também consultar um especialista para saber quais as espécies poderão se desenvolver de forma saudável e viver por mais tempo nestes locais.

Plantas vão precisar de certa quantidade de água; e algumas, por suas características, se darão melhor em ambientes com mais ou menos incidência de raios solares. Então, compare as condições da sua casa com as espécies que escolheu previamente para a montagem do seu jardim.

Ambiente criado por MC3 Arquitetura

Ambiente criado por MC3 Arquitetura (Viva Decora/Divulgação)

Sugestões de plantas para o seu jardim:

Para o quintal: agave, babosa, árvore do viajante, bananeira, buxinho, cactos, cica, dracena, dasilírio, hera, jade, murta, palmeirinha, para de elefante, piteira, evônimo, trapoeraba, bromélia e lambari.

Para dentro de casa: violeta, samambaia, jiboia, suculentas, jade, fitônia, antúrio, peperômia, begônia, orquídea, lírio, zamioculca, bambu da sorte, dinheiro em penca, árvore da felicidade, espada de São Jorge, lança de São Jorge, costela de Adão, camedorea elegante, palmeira leque, rhipsalis, yuca e cyclamen.

No dia a dia, será preciso irrigar estas plantas, um desafio em estruturas de jardim vertical. Algumas espécies também podem precisar de adubação e poda periódica. E não é incomum que surjam, de vez em quando, traços de insetos em suas folhas.

Existem pulgões, por exemplo, que podem ser eliminados com uma borrifada de água e fumo, água e sabão, ou água e cana cidreira com álcool. Na dúvida, consulte um especialista.

Modelos de vasos e suportes
Em locais externos da casa, como varandas, ou internos, como salas de estar, é comum a utilização de vasos de plantas colocados em suportes. A ideia é aproveitar melhor todas as superfícies livres do imóvel – incluindo piso, paredes e teto – para a criação de jardim.

Cria-se certo movimento na decoração. Isto porque podemos colocar estas plantas em ganchos, treliças, prateleiras, estantes, nichos ou tripés.

Mas sua preocupação maior não deve ser apenas com a escolha dos suportes das plantas – algo que interfere mais na estética da decoração paisagística. Atente para os vasos das plantas. Isto porque esta será uma importante garantia para que as espécies cresçam de forma saudável.

Primeiro leve em consideração o tamanho dos vasos que for comprar. Com o tempo, se a planta for crescendo de tamanho, pode ser necessário trocar este recipiente por um maior.

Ambiente criado por Lays Sanches Arquitetura + Decor + Ideias

Ambiente criado por Lays Sanches Arquitetura + Decor + Ideias (Viva Decora/Divulgação)

É necessário que ele garanta espaço para a terra, adubo e substratos, mais as raízes da planta. E o mesmo precisa ter alguma possibilidade de saída da água em excesso da irrigação – os tais furinhos no fundo.

Existem vasos para plantas em vários materiais à venda nas lojas. Alguns são de plástico, por exemplo. Porém este é um material inadequado para o cultivo de muitas espécies, pois pode esquentar demais com o sol.

Prefira os de cerâmica, mas não os esmaltados, pois o verniz acaba com a permeabilidade do barro, que é boa para as plantas.

Se você levar tudo isso a sério, conseguirá manter seu jardim sempre bonito e saudável.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.